Edital CNU 2024: Governo anuncia concurso público nacional com mais de 6 mil vagas

O Ministério da Gestão e Inovação dos Serviços Públicos divulgou os editais do Concurso Nacional Unificado (CNU), uma iniciativa que oferece aos candidatos a chance de concorrer a 6.640 vagas distribuídas em mais de 20 órgãos públicos federais. Veja abaixo como se preparar para esse grande desafio.

Concurso Nacional Unificado: Vagas, cronogramas e mais informações que você precisa saber
Edital CNU 2024: Governo anuncia concurso público nacional com mais de 6 mil vagas (Imagem: FDR)

Ao realizar a inscrição, cada candidato pode escolher o bloco temático de sua preferência, ampliando as chances de conquistar mais de uma vaga em um único processo seletivo.

Os blocos temáticos abrangem diversas áreas, desde Infraestrutura, Exatas e Engenharias até Setores Econômicos e Regulação. É importante escolher o tema de acordo com a especialidade pretendida e a formação exigida para a posse na vaga.

Com taxas de inscrição de R$ 60 para nível médio e R$ 90 para nível superior, o investimento contempla todas as vagas do bloco escolhido, simplificando o processo para os candidatos.

Beneficiários de programas assistenciais do Governo terão isenção na taxa de inscrição. Durante a coletiva de imprensa, foi confirmado que essa vantagem será concedida para inscritos no Cadastro Único, bolsistas do Prouni e cidadãos que fizeram uso do FIES.

Como se inscrever no Concurso Nacional Unificado (CNU) ?

Dentre as novidades do CNU, temos a possibilidade de fazer a inscrição presencialmente. Dessa forma, aqueles que enfrentam dificuldades na inscrição online poderão encontrar suporte em locais físicos (como agências do Banco do Brasil, Correios e na Funai).

Outra inovação anunciada é relacionada às cotas nos cargos relacionados à Funai. A Fundação reservará 30% das suas vagas para indígenas, demonstrando um compromisso com a diversidade, inclusão e representatividade nas atividades do órgão.

Vagas do Concurso Nacional Unificado

Dentre os órgãos que participarão do certame, temos:

  • Ministério da Gestão e vagas transversais – 1.480 vagas
  • Ministério do Trabalho e Emprego – 900 vagas
  • IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) – 895 vagas
  • Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) – 742 vagas
  • Ministério da Agricultura – 520 vagas
  • Funai (Fundação Nacional dos Povos Indígenas) – 502 vagas
  • AGU (Advocacia-Geral da União) – 400 vagas
  • Ministério da Ciência e Tecnologia – 296 vagas
  • Ministério da Saúde – 220 vagas
  • Ministério da Justiça – 130 vagas
  • Ministério da Indústria – 110 vagas
  • Ministério da Educação – 70 vagas
  • Ministério do Planejamento – 60 vagas
  • Ministério da Cultura – 50 vagas
  • Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) – 50 vagas
  • Previc (Superintendência Nacional de Previdência Complementar) – 40 vagas
  • Ministério dos Direitos Humanos – 40 vagas
  • Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) – 40 vagas
  • ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) – 35 vagas
  • Ministério dos Povos Indígenas – 30 vagas
  • Antaq (Agência Nacional de Transportes Aquaviários) – 30 vagas

Datas importantes do CNU

  • 19/01 a 09/02/2024: Período de inscrições
  • 05/05/2024: Aplicação das provas
  • 03/06/2024: Divulgação dos resultados preliminares
  • 05/08/2024: Início da convocação para posse e cursos de formação

Os editais podem ser consultados no site oficial. Para saber os cargos disponíveis em cada órgão, clique aqui.

Ariel França
Sou produtor multimídia com mais de 10 anos de experiência. Formado em Jornalismo e pós-graduado em Direito Administrativo e Gestão Pública. Concentro-me em simplificar temas complexos, como finanças, gestão pública e administração, para torná-los acessíveis a todos os públicos. Acredito na importância de uma comunicação responsável e de alta qualidade em todas as mídias, mantendo-me atualizado constantemente para atender às demandas do mercado de forma competente.