Salário mínimo caiu abaixo do novo reajuste? Descubra quando começa o novo valor

O quinto dia útil do mês de janeiro já passou. Nesta data milhões de trabalhadores recebem a sua remuneração na conta, seja de um salário mínimo ou quantia superior a essa. Para quem tem saldo equivalente ao piso nacional e esperava o novo reajuste foi decepcionante ter o mesmo valor de salário. 

Salário mínimo caiu abaixo do novo reajuste? Descubra quando começa o novo valor
Salário mínimo caiu abaixo do novo reajuste? Descubra quando começa o novo valor (Imagem: FDR)

O salário mínimo deve ser obrigatoriamente reajustado todos os anos. Esta é uma garantia contida na Constituição Federal, em que obriga o poder público a aumentar o piso salarial dos brasileiros pelo menos com base na inflação do ano anterior. A fim de acompanhar os preços dos produtos e serviços em geral. 

Por que salário mínimo de janeiro não teve reajuste?

Na folha de pagamento de janeiro os trabalhadores esperavam receber o novo salário mínimo, conforme o decreto presencial. Desde 1º de janeiro de 2024 vale como piso salarial do Brasil a quantia de R$ 1.412 e não mais de R$ 1.320, como até então funcionava.

Ainda assim, ao calcular a remuneração dos trabalhadores com carteira assinada é comum e legal que as empresas façam as seguintes considerações:

  • Os trabalhadores recebem pelos dias trabalhados no mês anterior;
  • Ou seja, em janeiro os trabalhadores receberam pelo o que foi trabalhado em dezembro quando o salário mínimo ainda era de R$ 1.320;
  • O valor de R$ 1.412 vai ser incluso na folha de pagamento de fevereiro.

Reajuste do novo salário mínimo do país

O reajuste do novo salário mínimo do país foi de R$ 92, ou de 8,44%, se comparado ao que era pago em 2023. O aumento leva em consideração a política mais atual de valorização do piso, em que se considera além da inflação do ano anterior, com a promessa de que seja dado reajuste concreto.

  • Salário de 2024: R$ 1.412,00;
  • Cálculo de reajuste: projeção do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) para 2023 + resultado do PIB (Produto Interno Bruto) de 2022 que ficou em 2,9%.

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]