Passagens aéreas mais baratas pelo Voa Brasil ganham nova data de lançamento

Previsto para 2023, o Voa Brasil acabou sendo adiado e só deve sair do papel em 2024. Programa vai possibilitar a compra de passagens aéreas mais baratas. Veja quem terá acesso a esse serviço.

Passagens aéreas mais baratas pelo Voa Brasil ganham nova data de lançamento
Passagens aéreas mais baratas pelo Voa Brasil ganham nova data de lançamento (Imagem: FDR)

O Brasil é conhecido mundialmente pelos destinos turísticos para todos os gostos. O Voa Brasil deve ajudar os brasileiros a conhecem ainda mais destinos nacionais. Com ele será possível comprar passagens mais baratas e tirar do papel aquela viagem dos sonhos.

Voa Brasil

  • A ideia é comercializar passagens aéreas com o valor de R$ 200.
  • Essa redução no valor deve ser aproveitada por alguns grupos.
  • Entre eles, os aposentados e
  • Na última semana o ministro dos Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho (Republicanos), afirmou que o Voa Brasil vai realmente ficar para 2024.
  • Ainda não há uma data confirmada para a implementação do novo programa.
  • No entanto, o ministro também anunciou a parceria com companhias aéreas para a oferta de passagens por até R$ 799, saiba mais.
  • Também foi anunciada a ampliação do número de assentos oferecidos nos voos.

Projetos previstos para 2024

  • Novas ações para acabar com as filas do INSS;
  • Regulamentação do trabalho por aplicativo;
  • Regulamentação do mercado de carbono;
  • Mudanças no novo Ensino Médio;
  • Regulamentação das redes sociais.

Esses são apenas alguns dos projetos que devem voltar à plenária da Câmara e do Senado no próximo ano.

Reformulação do Ensino Médio

  • Um dos projetos mais aguardados é sobre o Ensino Médio;
  • Pontos importantes poderão ser alterados pelo Ministério da Educação – MEC;
  • Como a carga horária mínima das disciplinas obrigatórias;
  • Revogação dos itinerários formativos e criação dos Percursos de Aprofundamento e Integração de Estudos;
  • A mudança nas regras de contratação dos profissionais não licenciados.

A expectativa é de que o projeto seja analisado em março de 2024.

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.