Minha Casa, Minha Vida anuncia novas entregas a partir de janeiro

Na última terça-feira (19) enquanto participava de um evento promovido pelo Correio Braziliense, o ministro das Cidades, Jader Filho, fez um anuncio importante. A partir de janeiro de 2024 os contratos do novo Minha Casa, Minha Vida deverão ser assinados. Ele ainda expõe o andamento do programa em 2023.

Minha Casa, Minha Vida anuncia novas entregas a partir de janeiro
Minha Casa, Minha Vida anuncia novas entregas a partir de janeiro (Imagem: FDR)

De acordo com o discurso do ministro das Cidades, o governo já contratou 500 mil novas habitações em 2023 pelo Minha Casa, Minha Vida. E pretende superar esta marca no ano que vem, a meta até 2026 quando se encerra o governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), é de que 2 milhões de imóveis sejam financiados.

Novas entregas do Minha Casa, Minha Vida em janeiro

A expectativa é de que os contratos com as regras do novo Minha Casa, Minha Vida possam ser assinados a partir de janeiro de 2024. Neste ano os destaques foram o aumento da renda para faixa 1, que passou de R$ 1,8 mil para R$ 2.640 por mês.

Além da liberação de subsídios maiores para este grupo, chegando a 95% do valor do imóvel. A possibilidade de financiamento de imóveis de até R$ 350 mil pela faixa 3. E ainda, a gratuidade para quem está no Bolsa Família ou recebe o BPC (Benefício de Prestação Continuada).

“Ontem (18) eu fui informado pela vice-presidente [de Habitação] da Caixa, Inês Magalhães. Já combinei com o presidente Lula, nós devemos, já na primeira quinzena de janeiro, assinar os primeiros contratos do Novo Minha Casa Minha Vida e as novas seleções. A gente já deve começar a fazer as assinaturas. Vamos fazer um ato com o presidente”, anunciou o ministro.

Balanço do Minha Casa, Minha Vida em 2023

O programa Minha Casa, Minha Vida voltou a funcionar em 2023, depois de ter sido substituído pelo Casa Verde e Amarela no governo de Jair Bolsonaro (PL). Ao ser retomado trouxe novidades, e a meta de aumentar a distribuição de casas pelo financiamento popular.

De acordo com Jader Filho neste ano foi possível:

  • Contratar 500 mil habitações pelo programa;
  • Entregar 21 mil habitações;
  • De 80 mil obras que estavam paradas, 35 mil foram retomadas.

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]