Quando começa a valer o novo salário-mínimo 2024?

Formato usado para o reajuste do novo salário-mínimo 2024 foi proposto pelo Governo Lula e aprovado pelo Congresso há alguns meses. Valor deve ser confirmado ainda em decreto oficial, mas, deve ser menor do que o anunciado anteriormente. Veja quando você vai receber.

Quando começa a valer o novo Salário-mínimo 2024?
Quando começa a valer o novo Salário-mínimo 2024? (Imagem: FDR)

O novo salário-mínimo 2024 foi proposto por Lula na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). A nova política de valorização retoma o reajuste real, pois, leva em consideração dois importantes fatores.

 Novo salário-mínimo 2024

  • Agora o salário-mínimo no Brasil é reajustado a partir soma inflação e alta do PIB (Produto Interno Bruto).
  • Será considera a inflação dos últimos 12 meses até novembro medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC)
  • Quanto ao PIB, os dados considerados serão referentes aos dois anos anteriores.
  • Os últimos dados divulgados pelo IBGE mostram uma inflação de 3,85% e o PIB de 2022 de 3% de expansão.
  • Com isso, segundo o g1, o salário-mínimo 2024 teria o valor de R$ 1.412 e não os R$ 1.421 anunciados incialmente pelo Governo.
  • A alta mínima do piso salarial do próximo ano seria de R$ 92.
  • O valor foi confirmado por Felipe Salto, economista-chefe da Warren Investimentos e ex-diretor-executivo da Instituição Fiscal Independente (IFI), órgão ligado ao Senado Federal.
  • Se esse novo modelo não fosse adotado o Governo deveria reajustar o salário apenas pela inflação, o que resultaria no valor de R$ 1.370,82.
  • O novo salário mínimo deve começar a valer a partir de 1º de janeiro de 2024.

Impacto do reajuste salarial

  • Mesmo com o valor oficial ainda não divulgado já é possível entender um pouco o impacto do reajuste.
  • Independente do valor definido, as aposentadorias e pensões serão impactadas, pelo menos para quem recebe o piso salarial.
  • Além disso, é possível que alguns auxílios sejam reajustados no próximo ano como resultado desse aumento salarial.
  • Nesses casos é necessário aguardar as informaçéos oficiais sobre os reajustes.

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.