Bolsa família libera pagamentos de dezembro; veja quem pode sacar hoje

Mais de 21 milhões de famílias receberão o Bolsa Família em dezembro. Pagamentos somam R$ 14,25 bilhões e serão feitos segundo número final do NIS. Veja quem são os primeiros a receber os depósitos.

Bolsa família libera pagamentos de dezembro; veja quem pode sacar hoje
Bolsa família libera pagamentos de dezembro; veja quem pode sacar hoje (Imagem: FDR)

A última parcela do Bolsa Família de 2023 finalmente começou a ser paga em todo o país. Segundo o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, o programa atingiu a marca de 21,06 milhões de famílias. Em dezembro dos beneficiários continuam recebendo os adicionais.

Começa o pagamento do Bolsa Família de dezembro

O MDS decidiu antecipar o calendário para ajudar as famílias a terem uma mesa mais farta neste final de ano. Com isso, os pagamentos foram iniciados nesta segunda-feira, 11, e vão até o dia 22 de dezembro.

Os primeiros a receber são os beneficiários com número final do NIS 1; veja abaixo o calendário completo:

  • NIS final 1: 11 de dezembro;
  • NIS final 2: 12 de dezembro;
  • NIS final 3: 13 de dezembro;
  • NIS final 4: 14 de dezembro;
  • NIS final 5: 15 de dezembro;
  • NIS final 6: 18 de dezembro;
  • NIS final 7: 19 de dezembro;
  • NIS final 8:20 de dezembro;
  • NIS final 9: 21 de dezembro;
  • NIS final 0: 22 de dezembro.

Valor do Bolsa Família de dezembro

O Governo já garantiu o pagamento do Vale-Gás em dezembro, além dele, os já tradicionais adicionais do Bolsa Família também continuam a serem pagos:

  • Benefício primeira infância: adicional de R$ 150 para cada criança de 0 a 6 anos de vida.
  • Benefício variável familiar nutrizes: adicional de R$ 50 para cada recém-nascido até 6 meses.
  • Benefício variável familiar: adicional de R$ 50 para as famílias com gestantes, crianças e adolescentes entre 7 e 18 anos incompletos.

Lembrando que o Governo continua pagamento R$ 142 por integrante da família, de qualquer idade; além disso, ainda garante que todos os beneficiários recebam, pelo menos, R$ 600.

Para quem conseguir um emprego é oferecida a Regra de Proteção, que garante o recebimento de meio salário-mínimo, ou seja, R$ 660.

Com esses adicionais o valor do benefício pode ultrapassar os R$ 1.000, saiba mais.

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.