PIS/PASEP tem R$ 75 milhões em valores esquecidos com prazo máximo de saque

Quem tem direito ao PIS/PASEP este ano, mas deixou o prazo do calendário regular passar, preciso ficar atento. Tudo porque, essas pessoas têm poucos dias para receber o abono salarial ainda neste ano. Caso contrário, a quantia não resgatada será devolvida ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

PIS/PASEP tem R$ 75 milhões em valores esquecidos com prazo máximo de saque
PIS/PASEP tem R$ 75 milhões em valores esquecidos com prazo máximo de saque (Imagem: FDR)

De acordo com a Caixa Econômica, apenas no PIS (Programa de Integração Social) que é pago pelo banco, ainda há R$ 75,5 milhões para serem recebidos. Somado PIS/PASEP há R$ 536 milhões disponíveis e que deveriam ter sido resgatados até julho deste ano.

Quem tem direito ao PIS/PASEP em 2023?

Neste ano, pouco mais de 25 milhões de pessoas tiveram acesso ao PIS/PASEP. O pagamento do abono funciona como um 14º salário, um rendimento extra para os trabalhadores que vivem em situação de vulnerabilidade, ou que ganham os menores salários dentro da empresa.

O valor máximo pago em 2023 é de R$ 1.320, acompanhando o salário mínimo. E o piso é de R$ 110 equivalente a 1 mês de serviço prestado no ano base. Para receber o dinheiro é necessário cumprir com requisitos como:

Até quando pode sacar o PIS/PASEP em 2023?

Os trabalhadores que ainda não fizeram o resgate do PIS/PASEP têm poucos dias para receber. Caso contrário, o dinheiro volta para o FAT e somente poderá ser recebido no calendário do próximo ano. O prazo máximo para resgate é de cinco anos a partir do pagamento.

PIS

PASEP

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: lilacunha.fdr@gmail.com
Sair da versão mobile