Cortes no bolsa família de dezembro? Saiba como evitar e garantir o benefício

Relançado neste ano pelo Governo Federal, o programa garante o pagamento mínimo de R$ 600 para as famílias brasileiras que vivem em situação de vulnerabilidade social e econômica. No entanto, alguns fatores podem levar ao corte do benefício. 

Cortes no bolsa família de dezembro? Saiba como evitar e garantir o benefício
Cortes no bolsa família de dezembro? Saiba como evitar e garantir o benefício. (Imagem: FDR)

Para ter direito ao benefício, é preciso que as famílias atendam a alguns critérios. O principal deles diz respeito a renda familiar mensal, que não pode ser maior do que R$ 218 por pessoa.

Além disso, é preciso que a família esteja inscrita no CadÚnico e realize a atualização periódica do cadastro. É por meio das informações prestadas que o Governo Federal identifica quais famílias serão beneficiadas ou não pelo programa social.

Entre os meses de março e setembro deste ano, cerca de 2,9 milhões de famílias foram removidas do programa por conta de irregularidades no cadastro. A exclusão foi realizada após um pente-fino nos cadastros, que identificou irregularidades.

Como evitar cortes do Bolsa Família:

  • Para não ter o cadastro excluído ou até mesmo bloqueado, é essencial que as famílias realizem a atualização periódica do CadÚnico;
  • O procedimento pode ser feito na unidade do CRAS mais próxima da residência;
  • Além disso, elas deverão estar dentro do critério de renda para manter o benefício;
  • O programa também exige o cumprimento de outros critérios;
  • Entre eles, a comprovação de matrícula de crianças em idade escolar e a vacinação de toda a família;
  • Para saber mais detalhes sobre as exigências, o responsável familiar deve buscar orientação do assistente social do CRAS;
  • Ao cumprir todos os requisitos, ele garantirá o pagamento regular do programa;
  • Além disso, caso se enquadre nos critérios dos programas extras, ele também poderá aumentar o valor recebido pelo benefício ao atualizar as informações.

Confira mais informações sobre o programa de transferência de renda do Governo Federal neste link.

Danielle Santana
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já atuou como repórter no Jornal do Commercio, Diario de Pernambuco e Folha de Pernambuco. Nos locais, acumulou experiência nas editorias de economia, cotidiano e redes sociais. Possuí experiência ainda como assessora de imprensa.