Consignado do INSS em 2024: Aprenda a simular valores e taxas de juros

Pontos-chave
  • Consignado do INSS pode ser solicitado pelos aposentados e pensionistas
  • Pagamento é feito direto na folha
  • Consigando, tem taxas mais reduzidas

Governo realizou mudanças no consignado do INSS neste ano, reduzindo as taxas de juros. Empréstimo é liberado pelos bancos com desconto direto na folha de pagamento, trazendo comodidade aos segurados.

Consignado do INSS em 2024: Aprenda a simular valores e taxas de juros
Consignado do INSS em 2024: Aprenda a simular valores e taxas de juros (Imagem: FDR)

Aposentados e pensionistas podem solicitar o consignado do INSS. Nessa forma de empréstimo pessoal os bancos fazem o desconto das parcelas direto na folha de pagamento. Ou seja, o segurado não precisa se preocupar em fazer os pagamentos mensais.

As taxas de juros mais baixas e o maior prazo de pagamento são os pontos que mais atraem os segurados.

Regras do consignado do INSS

Como simular o consignado do INSS?

Os próprios bancos oferecem a simulação do consignado, basta procurar o banco em que você possui conta e solicitar a simulação.

Com uma taxa de juros de 1,84% ao mês, em uma simulação onde o segurado quer um empréstimo de R$ 5.000,00, ele terá uma prestação mensal de R$ 117,38 e no fim vai ter pagado R$ 9.859,65.

Recentemente o Banco do Brasil mudou a forma de simulação do empréstimo, saiba mais.

Consignado do INSS em 2024: Aprenda a simular valores e taxas de juros (Imagem: FDR)
Consignado do INSS em 2024: Aprenda a simular valores e taxas de juros (Imagem: FDR)

Taxa de juros do consignado

O próprio INSS orienta que os segurados façam uma pesquisa sobre a taxa de juros cobrada pelos bancos antes de fazer a contratação. Isso porque os bancos devem respeitar o teto citado acima, mas podem oferecer taxas diferentes.

Confira as taxas de juros dos bancos que atuam no Brasil segundo o Banco Central:

DESEMPREGADOS, AUTÔNOMOS E MEIs SÃO OBRIGADOS A CONTRIBUIR PARA O INSS? VEJA TODAS AS REGRAS!

O que fazer antes de contratar um empréstimo consignado do INSS?

Confira as orientações do próprio INSS para antes da contratação do empréstimo:

Avalie sua situação financeira

Pense no compromisso que vai assumir. É sempre bom se perguntar se o empréstimo é realmente necessário nesse momento.

Se você tem condições de pagar as parcelas por um longo prazo. Se tem outras obrigações que também comprometem a sua renda.

Se planeja fazer alguma dívida em breve que vai ter de impedir de manter os pagamentos em dia.

Reduza os gastos antes de contratar o empréstimo

É fácil de pensar: o empréstimo deve comprometer apenas 15% da sua renda mensal. Com isso, talvez, seja necessário contar alguns gastos e se reorganizar.

Defina o prazo e pagamento melhor para você

Pense no prazo que é bom para você pagar, considerando a taxa de juros, claro. A tendência é de que os bancos te ofereçam longos prazos, mas, é importante lembrar que quanto maior o prazo de pagamento, maior serão os juros final

Procure uma instituição confiável

É comum receber propostas na rua ou até o celular de empréstimos. O ideal é não usar o serviço de empresas que você não conhece.

Caso ainda assim prefira o serviço dessas empresas, faça uma pesquisa para verificar se há algum processo e a reputação dela entre os consumidores.

Leia o contrato antes de assinar

Isso vale para qualquer contrato, jamais assine um documento sem entender do que ele se trata. Caso tenha dificuldade, peça a uma pessoa de sua confiança para te ajudar nesse momento.

Cuidado com as propostas muito ‘vantajosas’

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.
Sair da versão mobile