Caixa Tem: montamos um guia sobre as linhas de crédito disponíveis no app

Pontos-chave
  • O cidadão tem a oportunidade de adquirir o dinheiro sem sair de casa pelo Caixa Tem;
  • O microcrédito da Caixa para cidadãos inadimplentes pode ser adquirido por pessoas físicas e jurídicas, incluindo MEIs;
  • O cliente deve assinar uma declaração de que o dinheiro será usado exclusivamente no negócio.

Pessoas físicas e jurídicas têm a possibilidade de solicitar um crédito de até R$ 3 mil pelo Caixa Tem. Esta é a oportunidade perfeita para quem deseja empreender através do Programa de Simplificação de Microcrédito Digital para Empreendedores (SIM Digital). 

Caixa Tem: montamos um guia sobre as linhas de crédito disponíveis no app
Caixa Tem: montamos um guia sobre as linhas de crédito disponíveis no app

Através desta modalidade os Microempreendedores Individuais (MEI) podem solicitar empréstimo de até R$ 3 mil. O melhor de tudo é que todo o processo é totalmente digital, logo, o cidadão tem a oportunidade de adquirir o dinheiro sem sair de casa pelo Caixa Tem.

Para isso,  o Governo Federal recorre à verba do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) que já soma mais de R$ 3 bilhões. Quem quiser solicitar o empréstimo do Caixa Tem precisa saber que a modalidade tem foco em dois públicos-alvo, o primeiro são eles:

  • Pessoas físicas que desejam empreender;
  • MEIs. 

Regras da linha de crédito do Caixa Tem

Conforme mencionado, o microcrédito da Caixa para cidadãos inadimplentes pode ser adquirido por pessoas físicas e jurídicas, incluindo MEI. Se tratando de empreendedores é preciso que a atividade exercida tenha uma receita bruta anual de, no máximo, R$  360 mil. 

É importante explicar que, para o Governo Federal, as pessoas físicas são consideradas empreendedores individuais. A quantia obtida pelo empréstimo deve ser usada de alguma forma no negócio do cidadão, seja para elevar o capital de giro, comprar insumos ou investir em equipamentos.

De acordo com a Caixa, durante a contratação da linha de crédito no Caixa Tem, o cliente deve assinar uma declaração de que o dinheiro será usado exclusivamente no negócio.

Para isso, será preciso responder um quiz interativo a respeito da educação financeira e uso consciente do crédito. Veja a seguir as condições do empréstimo para cada perfil contemplado:

Pessoa física

  • Limite de crédito: R$ 1 mil;
  • Prazo de pagamento: 24 meses;
  • Juros: a partir de 1,95% ao mês = 26,08% ao ano.

MEI

  • Limite de crédito: R$ 3 mil;
  • Prazo de pagamento: 24 meses;
  • Juros: a partir de 1,99% ao mês = 26,68% ao ano.

Como solicitar o crédito pelo Caixa Tem?

A particularidade da nova linha de crédito especial é que a solicitação deve ser feita diretamente pelo aplicativo Caixa Tem. Basta selecionar a opção “Crédito Caixa Tem” após atualizar o aplicativo pela loja digital do sistema correspondente ao seu aparelho, seja Android ou iOS. 

Feito o pedido, a equipe da instituição financeira tem o prazo de 10 dias para analisar a solicitação. Para auxiliar neste processo, o requerente pode informar qual será a finalidade de uso da nova linha de crédito especial obtida pelo Caixa Tem

Se desejar, ainda é possível simular quais seriam as condições do empréstimo para ter em mente o futuro valor a ser restituído em banco parceladamente.

Caso a linha de crédito especial seja aprovada, o valor será automaticamente depositado na conta do Caixa Tem, embora todos os bancos estejam aptos a realizar este tipo de operação. 

Quais benefícios podem ser acessados pelo Caixa Tem?

Após recente atualização da plataforma, o cliente do Caixa Tem pode acessar as seguintes ferramentas e serviços:

  1. Atualização de cadastro; 
  2. Seguro Apoio Família;
  3. Informe de Rendimentos;
  4. Negociação de dívidas;
  5. Caixa Para Elas;
  6. Empréstimo;
  7. Cartão de crédito;
  8. Serviços Rapidex;
  9. Bolsa Família;
  10. Depósitos;
  11. Cartão de débito virtual;
  12. Transferências;
  13. Pix;
  14. Meu NIS;
  15. Extrato;
  16. Dicas financeiras;
  17. Consulta de comprovantes;
  18. Recarga de telefone;
  19. Pagar na lotérica;
  20. Pagar na maquininha;
  21. Pagamento de contas;
  22. Seguro-desemprego;
  23. Abono salarial;
  24. Habitação Caixa;
  25. Open Finance;
  26. Saque sem cartão. 

Caixa Tem ganha nova versão

A nova versão do Caixa Tem (1.78), está disponível para celulares Android e iOS. Para checar a disponibilidade da atualização, basta o usuário acessar a loja de aplicativos do seu celular.

Destacando que, a atualização não é obrigatória e versões anteriores do aplicativo — a menor versão funcional é a 1.75continuarão funcionando normalmente e com acesso a todos os serviços.

Apesar das vantagens e benefícios, eventualmente, o usuário pode enfrentar alguns problemas. No geral, o FDR mostrará a seguir, detalhes para solucionar os principais impasses. Confira!

Solucionando problemas no Caixa Tem

Atualização do Caixa Tem

  1. Procure pelo app na sua área de trabalho e clique sobre o mesmo para iniciá-lo. Em seguida, clique no botão “Entrar no Caixa Tem”, digite o seu CPF e depois a sua senha;
  2. Após efetuar o login, você verá uma série de comandos na sua página inicial, como PIX e Cartões. Procure por “Atualize seu cadastro” e clique sobre esta opção.
  3. Depois, selecione os botões laranjas na parte inferior de cada bloco de texto e prossiga ao selecionar o botão “Entendi, vamos começar”;
  4. Digite o CEP da sua casa no local indicado e selecione o botão de lupa para carregar as informações. Em seguida, revise o endereço que irá aparecer, a fim de confirmar se os dados estão corretos; então, insira o número de sua casa.
  5. Depois, será necessário informar se você nasceu no Brasil e seu estado civil. Então, um texto vai aparecer, solicitando as suas informações de patrimônio; para continuar, selecione “Vamos lá”;
  6. Comunique a fonte de sua renda, o valor mensal, há quanto tempo você tem essa renda e o seu nível de escolaridade;
  7. Defina a sua profissão, destaque se tem algum patrimônio, informe o valor aproximado do seu patrimônio e confirme todas as suas informações;
  8. Envie as fotos do seu documento de identidade e uma selfie segurando este mesmo documento.

Caso o aplicativo demonstre algum erro durante o processo de atualização de cadastro e a tela fique completamente branca e congelada, é necessário fechar o app e começar de novo. Se o problema persistir, vá até a loja de aplicativos do seu celular e atualize o Caixa Tem.

Desbloqueio do aplicativo

Em determinados casos a Caixa Econômica pode bloquear uma conta do Caixa Tem como uma forma de medida de segurança, especialmente para evitar fraudes quando há suspeita. Mas não é preciso se preocupar, pois entre 24h e 48h o problema pode ser resolvido seguindo estes passos:

  1. Baixe o aplicativo Caixa Tem (Android ou iOS)
  2. Acesse sua conta com seu CPF e senha
  3. Na tela inicial, encontre a opção “Liberar Acesso”. Possivelmente será a primeira a aparecer na lista.
  4. Você entrará em um chat com respostas automáticas
  5. Siga as orientações. Você vai enviar seus documentos pessoais para desbloquear o Caixa Tem.

Também existe a possibilidade de desbloquear o Caixa Tem pelo atendimento presencial na agência bancária, é só:

  1. Acessa o site Encontre a Caixa;
  2. No campo “Tipo de atendimento”, selecione “Agências”;
  3. Em “UF”, selecione o Estado que você mora;
  4. Marcar a cidade no campo seguinte;
  5. Clique em “Buscar” para encontrar a agência Caixa mais próxima.

Recuperação de senha

O acesso ao aplicativo Caixa Tem é feito com o CPF e uma senha numérica de seis dígitos. Em caso de perda da senha, é possível iniciar um processo para recuperação e criação de uma nova. Veja o passo a passo:

  1. Ao acessar o app do Caixa Tem (Android | iOS), clique em “Recuperar Senha”;
  2. Insira o CPF no campo indicado, marque a opção “Não sou um robô” e clique em “Continuar”;
  3. As instruções para a recuperação da senha serão enviadas para o endereço de e-mail cadastrado;
  4. Acesse o seu e-mail cadastrado, e clique em “Link para redefinir credenciais”;
  5. Siga as instruções solicitadas e crie uma nova senha. Ela deve ser numérica, com ao menos seis dígitos, e não pode ser igual ao CPF, possuir repetições ou ser a sua data de nascimento;
  6. Clique em “Continuar” para validar o processo e faça o login na plataforma com a nova senha.

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.