Indenização do Auxílio Brasil de R$ 15 mil tem CONSULTA liberada pela Caixa

Responsável pela administração do pagamento do Auxílio Brasil, a Caixa Econômica Federal foi condenada a pagar uma indenização de R$ 15 mil para beneficiários que tiveram suas informações vazadas. Saiba como consultar se tem direito ao pagamento.

Indenização do Auxílio Brasil de R$ 15 mil tem CONSULTA liberada pela Caixa
Indenização do Auxílio Brasil de R$ 15 mil tem CONSULTA liberada pela Caixa. (Imagem: FDR)

A determinação judicial prevê que todos os beneficiários do programa social que foram diretamente afetados pelo vazamento de informações sejam indenizados. O pagamento da multa de R$ 15 mil será de responsabilidade da Caixa.

Os dados teriam sido disponibilizados de forma ilegal para instituições financeiras. Em posse das informações, elas teriam oferecido diversos serviços para os beneficiários de forma irregular.

Confira os dados do Auxílio Brasil que foram vazados:

De acordo com a ação judicial, os seguintes dados foram divulgados irregularmente:

  • Nome completo;
  • Registro do CPF;
  • Quantidade de parcelas do auxílio recebidas;
  • Número de Identificação Social (NIS);
  • Número do Cartão do Benefício;
  • Número do cartão do SUS;
  • Endereço.

Para saber se está entre os beneficiários que teve um dos dados vazados, o cidadão deverá realizar a consulta junto ao Instituto Sigilo. A instituição foi responsável por identificar o vazamento e abrir a ação judicial contra a Caixa Econômica Federal.

Veja como consultar se teve as informações vazadas:

  • Acesse o site do Instituto Sigilo por meio deste link;
  • Em seguida, clique na opção ”Conferir se eu tenho direito” que aparece no botão laranja do lado direito da tela;
  • Insira seu nome completo, endereço de e-mail, número de CPF e celular no campo solicitado;
  • Clique em prosseguir e aguarde a verificação da informação;
  • Caso tenha direito a indenização, o site informará que seus dados foram vazados.

Vale lembrar que, apesar da condenação judicial, o caso só foi julgado em primeira instância. Dessa forma, a Caixa Econômica ainda pode recorrer da decisão, adiando o pagamento da indenização aos beneficiários.

Confira mais informações sobre o Auxílio Brasil neste link.

Danielle Santana
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já atuou como repórter no Jornal do Commercio, Diario de Pernambuco e Folha de Pernambuco. Nos locais, acumulou experiência nas editorias de economia, cotidiano e redes sociais. Possuí experiência ainda como assessora de imprensa.