Enem 2023: listamos todos os itens obrigatórios para você levar ao exame

Alguns itens são obrigatórios para quem vai fazer as provas do ENEM 2023. Inclusive, a não apresentação de alguns pode resultar em eliminação do inscrito. Veja a lista completa do que você precisa levar para os locais de prova.

Enem 2023: listamos todos os itens obrigatórios para você levar ao exame
Enem 2023: listamos todos os itens obrigatórios para você levar ao exame (Imagem: FDR)

Participantes do ENEM 2023 já podem começar a preparar a mochila para os dias de prova. Alguns itens são obrigatórios e podem até resultar em eliminação, caso não sejam apresentados. As provas do Exame Nacional do Ensino Médio serão aplicadas nos dias 5 e 12 de novembro.

Itens obrigatório nos dias de prova do ENEM 2023

Todo o participante do exame terá que comparecer aos locais de prova com os seguintes itens:

  • Documento de identificação com foto;
  • Caneta esferográfica preta fabricada em material transparente.

Ainda é permitido que o candidato leve lanches, água em garrafa transparente e álcool gel, também em frasco transparente.

Obrigações dos participantes do ENEM nos dias de prova

Além desses itens, os participantes ainda têm algumas obrigações, o descumprimento delas pode gerar eliminação; veja quais são:

  • Certificar-se de que preenche todos os requisitos.
  • Chegar ao local das provas indicado no Cartão de Confirmação de Inscrição a partir das 12h (horário de Brasília).
  • Conferir com antecedência o local de prova, disponível No Cartão de Confirmação de Inscrição.
  • Apresentar-se no local de aplicação das provas com documento de identificação válido.
  • Apresentar ao aplicador, na porta da sala, nos dois dias de aplicação, a Declaração de Comparecimento impressa, caso necessite.
  • Guardar, antes de entrar na sala de provas, em envelope porta-objetos todos os itens pessoais que não são permitidos durante a prova.
  • Manter os aparelhos eletrônicos desligados e dentro do porta-objetos.
  • Não portar armas de qualquer espécie, exceto para os casos previstos em lei.
  • Manter, debaixo da carteira, o envelope porta-objetos, lacrado e identificado até a saída definitiva do local de prova
  • Submeter-se à identificação especial.
  • Se submeter à identificação, caso vá até o banheiro durante a prova.
  • Fechar a prova e deixá-la virada para cima, caso precise se ausentar da sala de prova.
  • Aguardar, na sala de provas, das 13h às 13h30 (horário de Brasília), até o início da aplicação.
  • Permitir a vistoria no lanche.
  • Permitir que os artigos religiosos, como burca, quipá e outros, sejam vistoriados pelo coordenador.
  • Permitir que os materiais próprios usados para o atendimento especializado sejam vistoriados.
  • Ser submetido à revista eletrônica nos locais de provas, a qualquer momento, por meio do uso de detector de metais.
  • Iniciar a prova apenas após autorização.
  • Cumprir com todas as orientações dos fiscais/aplicador.
  • Informar ao aplicador sobre qualquer problema com o cartão resposta ou caderno de perguntas.
  • Marcar a cor da capa do Caderno de Questões no Cartão-Resposta e transcrever a frase contida na capa do Caderno de Provas para o Cartão-Resposta.
  • Entregar ao aplicador o Cartão-Reposta, a Folha de Redação e a Folha de Rascunho ao deixar em definitivo a sala de provas.
  • Não utilizar o banheiro do local de aplicação após o término do exame e a saída definitiva da sala de provas.
  • Sair da sala apenas após a assinatura da ata, apenas para os três últimos participantes.
  • Não se comunicar com outros candidatos.
  • Não receber de qualquer pessoa informações referentes ao conteúdo das provas.
  • Não registrar ou divulgar, por imagem ou som da prova ou de qualquer material usado no exame.
  • Não levar, nem ingerir bebida alcoólica no dia do exame.

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.