CadÚnico aprova benefício para quem mora sozinho; veja como solicitar

Criado para unificar as informações das famílias que vivem em vulnerabilidade social ou econômica, o CadÚnico é utilizado pelo Governo Federal como base para a concessão de diversos benefícios. O cadastro também é liberado para pessoas que moram sozinhas.

CadÚnico aprova benefício para quem mora sozinho; veja como solicitar
CadÚnico aprova benefício para quem mora sozinho; veja como solicitar. (Imagem: FDR)

Atualmente, o CadÚnico é utilizado para definir quais famílias brasileiras vão receber o pagamento de programas como Bolsa Família, Vale Gás e Benefício de Prestação Continuada, por exemplo.

As informações apresentadas no momento da inscrição são utilizadas para avaliar os critérios de renda das famílias. Isso inclui aquelas que são monoparentais. Ou seja, formadas por apenas uma pessoa.

Ao contrário do que muitos brasileiros pensam, essas pessoas também tem direito a alguns benefícios concedidos pelo Governo Federal. Para tal, é preciso apenas obedecer os critérios de renda de cada um. Para o Bolsa Família, por exemplo, a renda por pessoa não deve ultrapassar R$ 218 por mês.

Veja como se inscrever no CadÚnico:

  • O processo de inscrição deve ser realizado pelo responsável familiar;
  • Para tal, é preciso comparecer a uma unidade do CRAS próxima de sua residência;
  • De preferência, o responsável familiar deverá ser uma mulher;
  • Será preciso levar alguns documentos para completar o cadastro. São eles:
  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Casamento;
  • CPF;
  • Carteira de Identidade (RG);
  • Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (RANI);
  • Carteira de Trabalho;
  • Título de Eleitor;
  • Comprovante de residência atual emitido nos últimos três meses
  • Para indígenas também é preciso levar a Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (RANI);
  • Após a realização do cadastro, a inclusão nos programas sociais ao qual o futuro beneficiário tem direito acontece de forma automática;
  • Vale lembrar que, para garantir os pagamentos, é essencial que o cadastro seja atualizado regularmente caso alguma informação seja alterada.

Confira mais informações sobre o cadastro unificado neste link.

Danielle Santana
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já atuou como repórter no Jornal do Commercio, Diario de Pernambuco e Folha de Pernambuco. Nos locais, acumulou experiência nas editorias de economia, cotidiano e redes sociais. Possuí experiência ainda como assessora de imprensa.