Último depósito pelo Imposto de Renda tem data e valor anunciados pela RF

A Receita Federal acaba de anunciar mais um depósito para o povo brasileiro que entregou o Imposto de Renda. Desta vez, será o último pagamento feito pelo órgão federal em 2023. Portanto, veja quando este depósito será realizado e quais são os cidadãos que terão acesso ao valor extra.

Falta da correção da tabela do IRPF prejudica 17 milhões de pessoas; entenda
Último depósito pelo Imposto de Renda tem data e valor anunciados pela RF (Imagem: FDR)

O último depósito de 2023 será realizado pela Receita Federal aos cidadãos que entregaram a declaração do Imposto de Renda após cair na malha-fina. Após o reenvio dos documentos, os cidadãos tiveram os seus números contestados e conseguirão ter acesso ao pagamento da restituição no dia 31 de outubro.

Ou seja, no fim deste mês, a Receita Federal deverá efetuar pagamentos avaliados em R$ 643,3 milhões para um total de 354.509 pessoas. É importante saber que o depósito será realizado somente aos cidadãos que conseguiram explicar os seus números. Com isto, agora estão em dia com o órgão federal.

O que é a restituição do Imposto de Renda?

A Receita Federal realiza o estorno de qualquer valor pago de forma excessiva no momento da entrega de sua declaração do Imposto de Renda. Ou seja, caso seja identificado que o cidadão realizou um pagamento excessivo, é provável que ele seja devolvido em um dos cinco lotes agendados para os contribuintes.

Neste ano, o pagamento da restituição teve início na data limite de entrega do Imposto de Renda. Veja quais foram as datas utilizadas pelo órgão neste ano. Além disto, utilize-as como base para o pagamento que será realizado a partir de 2024:

  • 1º lote: 31 de maio (pago);
  • 2º lote: 30 de junho (pago);
  • 3º lote: 31 de julho (pago);
  • 4º lote: 31 de agosto (pago);
  • 5º lote: 29 de setembro (pago).

Mudanças para a declaração de 2024

A partir do ano que vem, a faixa de isenção do Imposto de Renda será ampliada para dois salários mínimos. Portanto, pessoas que recebem até R$ 2.640 mensalmente não serão obrigados à declarar os seus números ao governo federal.

Flávio Costa
Estudante de jornalismo, já atuou na área de assessoria política ao compor o time de comunicação da atual governadora do estado, durante sua campanha eleitoral. Anteriormente, cursou 2 anos no curso de relações internacionais, podendo ampliar sua visão no aspecto macro e micro do cenário nacional e internacional. Fluente em inglês, já atuou como professor de idiomas e também de matemática. Por fim, trabalhou ainda como analista de operações pelo grupo Amazon. Atualmente, dedica-se a universidade e ao portal FDR. Suas redes sociais são @flavioarcosta e [email protected].