Pesquisa sobre o mercado de trabalho revela importantes informações e CHOCA brasileiros

Estudo feito com base nos dados do Ministério do Trabalho e Emprego leva em consideração os dados até agosto desse ano. Levantamento apontou dados chocantes sobre o mercado de trabalho. Entenda melhor o que isso significa.

Pesquisa sobre o mercado de trabalho revela importantes informações e CHOCA brasileiros
Pesquisa sobre o mercado de trabalho revela importantes informações e CHOCA brasileiros (Imagem: FDR)

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) fez um levantamento sobre o mercado de trabalho. Os dados chocam, principalmente quem está se qualificando atualmente. O estudo considerou os dados do Ministério do Trabalho e Emprego dos últimos 12 meses, até agosto desse ano.

Levantamento sobre o mercado de trabalho

Parece que virou rotina os profissionais com ensino superior completo se candidatarem para as vagas de nível médio. Mas, a proporção que isso tem acontecido é surpreendente.

Após o fim da pandemia, o mercado de trabalho tem se recuperado, inclusive com a abertura de novos postos de trabalho para pessoas menos escolarizadas. Entenda melhor os resultados do levantamento:

  • 96% das vagas de emprego formal abertas no período exigiam ensino médio completo ou incompleto;
  • Foram registradas 1,5 milhão de carteiras assinadas, desse total 123,6 mil postos de ensino médio incompleto e 1,3 milhão para ensino médio completo;
  • Também houve o fechamento de 511 postos de trabalho que exigiam mestrado e 655 de doutorado.

“Desde o início da recuperação da pandemia, a gente tem observado uma geração consistente do emprego formal do Brasil. A gente pode dizer que o começo dessa recuperação foi no segundo semestre de 2020″, comenta Fabio Bentes, economista da CNC e responsável pelo levantamento.

Veja abaixo os dados completos da pesquisa:

  • Analfabeto = 5.210 vagas criadas;
  • Até 5º incompleto = −4.993 postos de trabalho fechados;
  • 5º ano completo Fundamental = −13.155 postos de trabalho fechados;
  • Do 6º ao 9º Fundamental = 11.104 vagas criadas;
  • Fundamental completo = 16.046 vagas criadas;
  • Médio incompleto = 123.667 vagas criadas;
  • Médio completo = 1.330.634 vagas criadas;
  • Superior incompleto = 21.102 vagas criadas;
  • Superior completo = 26.082 vagas criadas;
  • Mestrado = −511 postos de trabalho fechados;
  • Doutorado= −655 postos de trabalho fechados;
  • Não classificados = 3.764 vagas criadas.

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.