Busca ativa dentro do Bolsa Família autoriza a INCLUSÃO de 2,3 milhões de beneficiários

Desde o relançamento do Bolsa Família, mais de 2,3 milhões de beneficiários foram contemplados. Com novas regras e valores maiores, o Governo Federal vem se empenhando em trazer mais transparência para o programa.

Bolsa Família comemora 20 anos: veja os principais benefícios do projeto
Busca ativa dentro do Bolsa Família autoriza a INCLUSÃO de 2,3 milhões de beneficiários (Imagem: FDR)

Uma ação importante nesse processo é a busca ativa, conduzida pelo Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), com o intuito de identificar e incluir novos beneficiários.

Recentemente, o governo Lula anunciou um benefício adicional de R$ 50 para famílias com crianças de até seis meses. O objetivo é auxiliar nas despesas básicas e na qualidade de alimentação das mães e bebês.

Melhorias no Bolsa Família

  • A busca ativa é uma parte integrante de um conjunto de medidas implementadas pelo MDS em 2023, destinadas à reestruturação do Sistema Único de Assistência Social (SUAS).
  • De acordo com Letícia Bartholo, secretária de Avaliação, Gestão da Informação e Cadastro Único (Sagicad) do MDS, o objetivo é “fazer com que as demandas das pessoas que mais precisam cheguem ao poder público”.
  • O estado com maior número de novos membros no programa é São Paulo, com aproximadamente 40,7 mil novas concessões. Na sequência Minas Gerais, Bahia, Ceará e Pará aparecem na lista, mostrando que o Bolsa Família está presente em todas as regiões.

Dados coletados no Cadastro Único

  • Outra medida que precisa ser destacada é o Programa de Fortalecimento Emergencial do Atendimento do Cadastro Único no Sistema Único da Assistência Social (Procad – SUAS). A ideia é melhorar os registros do CadÚnico e garantir que as famílias que realmente precisam estejam sendo beneficiadas.
  • Atualmente, o Formulário do Cadastro Único contêm perguntas sobre moradia e conceitos de família mais amplos. Ao entrar em contato com os cidadãos, os profissionais são instruídos a explicar todos os detalhes.
  • Dessa forma, as informações coletadas podem ser mais transparentes e representar de fato o histórico das famílias brasileiras contempladas pelos programas de distribuição de renda dos governos federal, estadual e municipal.

Ariel França
Sou produtor multimídia com mais de 10 anos de experiência. Formado em Jornalismo e pós-graduado em Direito Administrativo e Gestão Pública. Concentro-me em simplificar temas complexos, como finanças, gestão pública e administração, para torná-los acessíveis a todos os públicos. Acredito na importância de uma comunicação responsável e de alta qualidade em todas as mídias, mantendo-me atualizado constantemente para atender às demandas do mercado de forma competente.