Beneficiários do BPC ganham a chance de fazer empréstimos consignados devido nova decisão

Autorizado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o empréstimo consignado para beneficiários do BPC (Benefício de Prestação Continuada) deverá beneficiar milhões de brasileiros que necessitam de uma renda extra. Recentemente, o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) publicou as regras para a concessão de crédito.

Beneficiários do BPC ganham a chance de fazer empréstimos consignados devido nova decisão
Beneficiários do BPC ganham a chance de fazer empréstimos consignados devido nova decisão. (Imagem: FDR)

Até pouco tempo os beneficiários do BPC não estavam autorizados a realizar a contratação de empréstimos consignados. No entanto, as regras foram atualizadas. Com isso, a operação está liberada e poderá ser contratada por essas pessoas. 

Como funciona o consignado para BPC?

Assim como acontece com os servidores públicos e aposentados ou pensionistas do INSS, o consignado para o BPC será descontado diretamente da folha de pagamento do beneficiário.

Tradicionalmente, essa modalidade traz diversos benefícios para os contratantes. Entre eles, a possibilidade de um maior parcelamento e menores taxas de juros em comparação com as outras modalidades de empréstimo disponíveis no mercado.

Porém, para evitar o endividamento excessivo dessas pessoas, o INSS definiu as regras que deverão ser respeitadas durante a contratação. Confira:

  • Parcelamento de, no máximo, 84 meses
  • Comprometimento de até 30% do valor do benefício que é recebido
  • Necessidade de autorização do beneficiário para a contratação
  • Portabilidade de empréstimo liberada
  • Limite de empréstimo será de 35 vezes a renda mensal

Como o pagamento é liberado no mesmo valor para todas as pessoas que recebem o BPC, os limites e condições serão os mesmos para todos os beneficiários.

A contratação deverá ser realizada diretamente com as instituições financeiras que possuem convênio com o INSS e oferecem consignado. Ao receber o contrato, o beneficiário deverá ficar atento para saber se as condições estipuladas pelo Instituto estão sendo respeitadas.

Atualmente, o Benefício de Prestação Continuada é concedido para os seguintes grupos:

  • Pessoas idosas com mais de 65 anos
  • Pessoas com deficiência de qualquer idade

Para receber o pagamento mensal é preciso que o futuro beneficiário comprove que não possui renda suficiente para promover seu sustento nem de sua família. Vale lembrar que o INSS não exige que a pessoa tenha realizado contribuições com o instituto para ter direito ao auxílio.

Danielle Santana
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já atuou como repórter no Jornal do Commercio, Diario de Pernambuco e Folha de Pernambuco. Nos locais, acumulou experiência nas editorias de economia, cotidiano e redes sociais. Possuí experiência ainda como assessora de imprensa.