Tem dívidas? Entenda de uma vez por todas a diferença entre o Desenrola e o Renegocia!

Programas criados pelo Governo Federal possuem algumas diferenças entre si, em comum está possibilidade de sair do vermelho. O Desenrola e o Renegocia! podem te ajudar a voltar a ter o nome limpo. Conheça um pouco melhor cada um deles.

Tem dívidas? Entenda de uma vez por todas a diferença entre o Desenrola e o Renegocia!
Tem dívidas? Entenda de uma vez por todas a diferença entre o Desenrola e o Renegocia! (Imagem: FDR)

Ao menos 77,9% da população brasileira está endividada, é o que aponta a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). O Desenrola e o Renegocia! foram criados justamente para ajudar a parcela dos brasileiros que estão com o ‘nome sujo’.

Os dois programas foram lançados recentemente pelo Governo Federal, o Desenrola há pouco mais de 10 dias e o Renegocia! no começo dessa semana.

Qual a diferença entre o Desenrola e o Renegocia!?

De momo geral, a finalidade dos programas é a mesma: possibilitar Renegociação de dívidas.

O Desenrola, lançado pelo Ministério da Fazenda, entrou em vigor primeiro para as pessoas que fazem parte da Faixa II.

Ou seja, quem tem dívidas com bancos ou instituições financeiras. A expectativa é de que a Faixa I seja completada a partir de setembro desse ano.

No Desenrola é necessário procurar diretamente a entidade responsável pela dívida.

Por outro lado, no Renegocia!, lançado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, as pessoas fazem a Renegociação nos Procons.

A ideia é evitar o superendividamento, isso porque, o programa é voltado às pessoas que possuem dívidas maiores do que a sua capacidade de pagamento.

Ou seja, é para aquelas situações em que o cidadão não tem como pagar o valor total, mas, quer regularizar a sua situação

No programa entram as dívidas com instituições financeiras, empresas de telefonia, água e energia elétrica, entre outras.

Por outro lado, não é possível utilizar o Renegocia! em dívidas com pensão alimentícia, crédito rural e imobiliário.

Mais de 800 Procons municipais e estaduais aderiram ao programa, e cerca de 250 foram capacitados por técnicos da Senacon, segundo o governo federal.

Outra grande diferença entre os programas é que o Renegocia! Não possui valor máximo para as dívidas; enquanto no Desenrola Brasil na Faixa I só serão renegociadas dívidas até R$ 5 mil.

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.