DECEPÇÃO! Salário mínimo de 2024 é divulgado com um valor absurdamente frustrante

O governo Lula vem aplicando uma série de mudanças e reajustes nos mais diversos graus de importância na sociedade. Entre estas alterações, o aumento no valor do salário mínimo surpreendeu a todos. Além das mudanças atuais, o governo já estuda reajustes para o ano de 2024. Veja o que vem sendo estudado.

APROVADO! Reajuste de 9% no salário mínimo é sancionado por Lula com validade imediata
DECEPÇÃO! Salário mínimo de 2024 é divulgado com um valor absurdamente frustrante (Imagem: FDR)

Assim que assumiu ao cargo de Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) fez questão de aplicar um reajuste no valor do salário mínimo, elevando o valor para R$1.302. Entretanto, o governo Lula já planejou um segundo aumento neste ano, em 1º de maio, buscando elevar o valor para R$1.320. 

Porém, segundo o novo Projeto de Lei (PL) que foi enviado ao Congresso Nacional, que trata sobre os salários mínimos futuros, mais especificamente sobre o ano que vem, 2024, chegou uma notícia que todos os brasileiros ficarão insatisfeitos ao saber que o salário mínimo do ano que vem não terá um aumento real. 

Isso quer dizer que, o valor reajustado pelo governo federal não conforta os aumentos impostos pela inflação do país; ou seja, o valor do mínimo pode aumentar, mas o seu impacto em nossos bolsos, como consumidores, não será algo inteiramente sentido. O aumento deveria ser aplicado acima da margem de inflação.

Desta forma, o brasileiro deve contar com um aumento no valor do salário mínimo de 2024, onde o governo federal planeja aplicar um valor de R$1.389 no piso salarial nacional. Consequentemente, aqueles estados que aplicam o seu próprio piso salarial estadual também devem passar por mudanças e alterações.

Qual é o impacto do aumento do salário mínimo não ser real?

Todos os itens à venda em um supermercado possuem taxas para que ele consiga chegar na prateleira. Estas taxas são o que definem o preço que chega ao consumidor, seja ele reduzido ou ampliado. Se a previsão da taxa de inflação permanecer como está, o aumento do salário mínimo não será sentido pela população.

Isto porque a inflação pode aumentar o preço dos itens essenciais, como aqueles que compõem a cesta básica, e isto causará com que as famílias tenham que gastar mais de qualquer jeito. Ou seja, aumentou o salário e aumentou o preço dos itens; na balança, isto não vai favorecer o cidadão trabalhador.

Flávio Costa
Estudante de jornalismo, já atuou na área de assessoria política ao compor o time de comunicação da atual governadora do estado, durante sua campanha eleitoral. Anteriormente, cursou 2 anos no curso de relações internacionais, podendo ampliar sua visão no aspecto macro e micro do cenário nacional e internacional. Fluente em inglês, já atuou como professor de idiomas e também de matemática. Por fim, trabalhou ainda como analista de operações pelo grupo Amazon. Atualmente, dedica-se a universidade e ao portal FDR. Suas redes sociais são @flavioarcosta e flavioarcosta@gmail.com.
Sair da versão mobile