Uso do FGTS para compra de carro zero vai valer a pena? Veja os prós e contras

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) é um direito conquistado para ser utilizado pelos trabalhadores que exercem a sua profissão em regime CLT (com a carteira de trabalho assinada). Porém, ideias estão surgindo e é possível que o saldo possa ser utilizado para a compra de um carro novo. Confira agora.

Programa Desenrola garante desconto nas dívidas de 37 milhões de trabalhadores
Uso do FGTS para compra de carro zero vai valer a pena? Veja os prós e contras (Imagem: FDR)

Apesar de ser idealizado para que seja utilizado em situações de emergência, como a demissão sem justa causa ou a própria aposentadoria, o FGTS está sendo cogitado para que hajam mudanças. Entre essas alterações, o uso para consumo próprio em um veículo novo foi proposto ao governo.

A proposta partiu do presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Márcio de Lima Leite, que relatou em entrevista que se houvesse a possibilidade de utilizar parte do saldo do Fundo para pagar um veículo novo, seria essencial “muito importante” para o mercado.

Ele ainda afirmou que isso geraria um “reaquecimento no mercado” e serviria, também, para uma nova gama de geração de empregos no nicho. Porém, mesmo com estes argumentos, o ministro do trabalho, Luiz Marinho, se diz “radicalmente contra” esta medida.

Luiz marinho sobre o FGTS

O ministro já vem abordando o tema do FGTS desde que o novo governo teve início. Do ponto de vista do ministro, um dos problemas que o FGTS tem, hoje, é o Saque-Aniversário. Luiz Marinho já afirmou recentemente que tem o desejo de acabar com o benefício criado durante a gestão anterior, de Jair Bolsonaro (PL).

Para ele, a ideia do Fundo é exatamente formar um tipo de poupança para os trabalhadores que tem a sua carteira de trabalho assinada. Desta forma, quando, e se, fossem demitidos do cargo que exercem, os funcionários teriam 8% ao mês de seus salários prontos para o saque e seriam usados de forma inteligente

Pros e contras para o uso do benefício

Os pros do uso seriam que isto, de fato, poderia criar uma nova demanda no mercado de veículos populares, movimentando a economia do país e gerando mais empregos na área. Consequentemente, os carros precisam abastecer, e isso geraria mais empregos também. Existem lados positivos nesta escolha.

Porém, os contras são que você perde a chance de possuir uma poupança para casos emergenciais. Nunca se sabe quando você pode ser desligado de uma empresa e isso pode ser uma queda drástica na vida de alguém. Por isso, é necessário pensar bem antes de, eventualmente, gastar de forma irresponsável.

Flávio Costa
Estudante de jornalismo, já atuou na área de assessoria política ao compor o time de comunicação da atual governadora do estado, durante sua campanha eleitoral. Anteriormente, cursou 2 anos no curso de relações internacionais, podendo ampliar sua visão no aspecto macro e micro do cenário nacional e internacional. Fluente em inglês, já atuou como professor de idiomas e também de matemática. Por fim, trabalhou ainda como analista de operações pelo grupo Amazon. Atualmente, dedica-se a universidade e ao portal FDR. Suas redes sociais são @flavioarcosta e [email protected].