ChatGPT faz a prova do ENEM e resultado é surpreendente

DataFolha realizou estudo que apresentou resultado surpreendente quanto à nota do ENEM no ChatGPT. Inteligência virtual é alvo de diversos debates sobre a sua utilização. Entenda o desempenho da IA na resolução das provas do exame.

ChatGPT faz a prova do ENEM e resultado é surpreendente
ChatGPT faz a prova do ENEM e resultado é surpreendente (Imagem: FDR)

O ChatGPT tem se popularizado a cada vez mais por ser uma inteligência artificial que produz respostas sobre diversos assuntos e de forma rápida. O DataFolha resolveu testar a capacidade dessa IA de responder as provas do ENEM e o resultado impressionou.

ChatGPT no ENEM

De modo geral, o chabot teria um bom desempenho Exame Nacional do Ensino Médio, a exceção da prova de matemática. O estudo realizado pelo DataFolha utilizou as provas dos anos de 2017 a 2021.

Como resultado, a IA, caso participasse do exame, se sairia melhor do que 98,9% dos estudantes em ciências humanas e do que 95,3% em linguagens e códigos. De modo geral, ela superaria 78,9% dos participantes.

No entanto, em matemática, o seu desempenho não foi tão bom, ele teria uma nota maior do que apenas 27% dos participantes do exame.

A média das disciplinas obtida pelo ChatGPT foi de 612,3 pontos.

Em redação a inteligência artificial produziu um texto sobre o tema de 2021: “invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil”.

Dois especialistas fizeram a correção dentro do padrão ENEM e atribuíram noras entre 640 e 760 pontos. A menor pontuação foi atribuída por falta de coesão e problemas na proposta de intervenção, dois dos 5 quesitos avaliados no exame.

Com uma média de 700 pontos na redação do ENEM, o ChatGPT teria um desempenho melhor do que 68% dos participantes do exame.

No somatório das notas obtidas na edição de 2021, (726,8 em ciências humanas, 606,2 em linguagens e códigos; 577 em ciências da natureza; e 433,6 em matemática), a nota do ChatGPT no Enem foi 608, 7.

Com isso a inteligência artificial teria um desempenho melhor do que 79% dos estudantes que participaram daquela edição, quando a média foi 535.

Para saber mais sobre vagas de emprego, vestibulares e cursos, acompanhe a nossa editoria de Carreiras.

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.