Antecipação do 13º salário do INSS preocupa beneficiários após decisão do Governo

A antecipação do 13º salário do INSS é uma das principais preocupações dos milhões de brasileiros que possuem vínculo com o Instituto Nacional do Seguro Social. Nos últimos três anos, o benefício foi antecipado para os meses de abril e maio, mas o governo Lula ainda não confirmou se isso acontecerá novamente neste ano.

Urgente! Consignado do INSS deixa de ser ofertado pelos bancos
Antecipação do 13º salário do INSS preocupa beneficiários após decisão do Governo

Embora o calendário de pagamento já tenha sido divulgado pela Previdência Social, muitos beneficiários aguardam ansiosamente pelo recebimento do 13º salário. Ao todo, mais de 30 milhões de pessoas serão contempladas com o benefício ao longo do ano.

No entanto, os aposentados e pensionistas do INSS têm sido afetados diretamente por decisões financeiras que não tiveram sucesso, como a redução da taxa de juros sobre o empréstimo consignado para 1,7%. Essa medida causou o encerramento da prestação deste serviço pelos grandes bancos, tanto estatais como privados, o que gerou uma situação delicada para o grupo.

13º SALÁRIO DO INSS ESTÁ COMPROMETIDO: BENEFICIÁRIOS FICAM PREOCUPADOS COM ANTECIPAÇÃO DO GOVERNO!

Antecipação do 13º salário do INSS vai acontecer em 2023?

Diante de toda essa situação, o governo Lula concentrou todos os esforços na resolução do impasse criado pela redução dos juros, o que atrasou um posicionamento oficial sobre a antecipação do 13º salário do INSS. É importante lembrar que, embora tenha sido antecipado nos últimos anos, é comum que o benefício seja pago no segundo semestre.

De acordo com a portaria em vigor, o 13º salário do INSS terá o seu pagamento iniciado no mês de agosto, com a previsão da segunda parcela ser paga em novembro deste ano. No entanto, caso o governo entenda que é necessário antecipar o benefício, será necessário uma edição na portaria, alterando a data de pagamento.

Os aposentados e pensionistas do INSS esperam que o governo encontre uma solução para a antecipação, uma vez que muitos dependem desse benefício para o sustento de suas famílias. Resta aguardar as próximas decisões do governo em relação a esse assunto.

Ariel França
Jornalista especializado em Direito Administrativo, Gestão Pública e Administração Geral. Possui mais de uma década de experiência em produção de conteúdo para a internet.
Sair da versão mobile