Nova taxa de juros do consignado do INSS será anunciada; o que muda para aposentados?

Está prevista mais uma semana de mudanças para a cobrança de juros do consignado do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Desde o dia 13 de março essa taxa tem sido discutida por responsáveis pelo crédito consignado que têm tomado posições diferentes. Tudo porque, em 13 de março os juros foram reduzidos de 2,14% para 1,7% ao mês e gerou polêmica entre os bancos, e no próprio governo.

Nova taxa de juros do consignado do INSS será anunciada; o que muda para aposentados?
Nova taxa de juros do consignado do INSS será anunciada; o que muda para aposentados? (Imagem: FDR)

No dia 13 de março o Conselho Nacional da Previdência Social (CNPS) se reuniu e discutiu uma nova taxa de juros do consignado do INSS. Na ocasião, e por sugestão do ministro Carlos Lupi, a cobrança foi reduzida para 1,70% ao mês. Não demorou para que os bancos se posicionassem sobre o novo valor e passassem a recusar o oferecimento desse produto.

Além dos grandes bancos privados como Bradesco e Itaú, os bancos públicos também decidiram não oferecer mais esse produto. Foi o caso da Caixa Econômica e do Banco do Brasil. A presidente da Caixa, Maria Rita Serrano, informou aos jornalistas que até que o governo federal defina uma nova taxa o banco deve manter a suspensão desse produto. 

Segundo o Banco Central, apenas quatro instituições financeiras cobravam taxas menores que 1,7% ao mês: Sicoob (1,68%), Cetelem (1,65%), BRB (1,63%) e CCB Brasil (1,31%). Por isso, estes bancos e cooperativas estão mantendo o oferecimento do empréstimo já que os juros do consignado do INSS acompanha a nova definição.

Nova mudança para os juros do consignado do INSS

Em entrevista aos veículos da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), na noite desta quarta-feira (22), o ministro da Casa Civil, Rui Costa, informou que uma nova taxa de juros do consignado do INSS será definida até a próxima terça-feira (28).

Até a sexta-feira [24], nós tentaremos um consenso de uma nova tarifa. Caso contrário, na segunda-feira [27] teremos uma reunião governamental para definir qual é a nossa proposta para submeter ao conselho na terça. Portanto, terça teremos definido o novo patamar o consignado”, explicou Costa.

Isso significa que para aposentados e pensionistas que não estão conseguindo contratar empréstimo consignado, esse cenário deve mudar na próxima semana. Com uma taxa de juros que acompanhe os pedidos dos bancos, e consiga atender os segurados do INSS, o governo deve publicar o novo valor de cobrança mensal para esse produto.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Lila CunhaLila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: lilacunha.fdr@gmail.com