Restituição do Imposto de Renda ganha nova modalidade de pagamento surpreendendo os contribuintes

O “leão” é temido por muitos brasileiros quando chega a data de declarar o Imposto de Renda. O que poucos sabem é que agora há uma nova forma de receber a restituição, taxa devolvida aos contribuintes no caso de haver retorno financeiro. Venha descobrir um jeito mais fácil e prático de receber a restituição.

Restituição do Imposto de Renda ganha nova modalidade de pagamento surpreendendo os contribuintes (Imagem: FDR)
Restituição do Imposto de Renda ganha nova modalidade de pagamento surpreendendo os contribuintes (Imagem: FDR)

Anualmente, os brasileiros precisam ter muito cuidado, juntar o máximo de comprovantes que conseguir e enviar como documentação à Receita Federal. Esse processo chama-se Imposto de Renda e tem assustado muitas pessoas. Elas tem medo de pagar de menos ou até mesmo pagar demais.

No caso daqueles que pagam de menos, de fato será necessário um segundo pagamento para a quitação total da dívida. Porém, para aqueles que forem mencionados pela Receita Federal por ter pago em excesso, haverá a conhecida restituição, cujo devolve parte do valor pago ao trabalhador.

Neste ano, algumas novidades foram implementadas à fiscalização do pagamento das taxas. Além do governo Lula aumentar o valor da faixa de isenção da declaração do Imposto de Renda para dois salários mínimos (R$2.640), também foi iniciado uma nova forma de recebimento.

Novidades na hora de receber a restituição!

Agora, os contribuintes que receberão a restituição poderão selecionar a opção PIX para receber o valor. Esta medida é inédita, colocando o PIX como opção segura para pagamentos e recebimentos de valores. Isso fortalece a imagem do PIX que foi instrumento de golpes relatados recentemente em diversas esferas.

Para o recebimento pelo PIX, é preciso escolher a opção de recebimento na hora de declarar o Imposto de Renda. Assim, caso haja necessidade de devolução de alguma parte do valor, ele será creditado automaticamente em sua conta bancária via PIX.

Vale ressaltar que, dentre todas as chaves possíveis do PIX, como número de telefone, e-mail e chave aleatória, a única chave aceita será a do CPF. Isso é feito para evitar que golpes possam acontecer e diminuir a chance de erros e confusões envolvendo dados pessoais.

Para os que selecionarem o pagamento via PIX, serão priorizados na ordem da restituição. Assim como os que fizeram a declaração por meio da novidade, a opção pré-preenchida, também será privilegiada na hora da restituição do Imposto de Renda 2023.

Flávio Costa
Estudante de jornalismo, já atuou na área de assessoria política ao compor o time de comunicação da atual governadora do estado, durante sua campanha eleitoral. Anteriormente, cursou 2 anos no curso de relações internacionais, podendo ampliar sua visão no aspecto macro e micro do cenário nacional e internacional. Fluente em inglês, já atuou como professor de idiomas e também de matemática. Por fim, trabalhou ainda como analista de operações pelo grupo Amazon. Atualmente, dedica-se a universidade e ao portal FDR. Suas redes sociais são @flavioarcosta e [email protected].