Saque do dinheiro esquecido pode chegar a R$ 750 mil. FDR mostra o passo a passo da consulta

Pontos-chave
  • Ao todo, 38 milhões de pessoas físicas e 2 milhões de empresas têm cerca de R$ 6 bilhões a resgatar, segundo o BC;
  • Uma única pessoa teve a chance de realizar um saque no valor aproximado de R$ 750 mil em dinheiro esquecido;
  • A iniciativa tem como objetivo principal permitir que o dinheiro esquecido possa ser resgatado pelos seus verdadeiros donos.

O Banco Central do Brasil (BCB) liberou novamente, por meio do Sistema Valores a Receber (SVR), um montante significativo em dinheiro esquecido por diversas pessoas e empresas em contas bancárias inativas. O valor total, segundo informações divulgadas pela entidade, ultrapassa a marca dos bilhões de reais

Saque do dinheiro esquecido pode chegar a R$ 750 mil. FDR mostra o passo a passo da consulta
Saque do dinheiro esquecido pode chegar a R$ 750 mil. FDR mostra o passo a passo da consulta. (Imagem: FDR)

Essa iniciativa tem como objetivo principal permitir que o dinheiro esquecido possa ser resgatado pelos seus verdadeiros donos, evitando que permaneça inativo e sem utilidade. A medida tem gerado grande expectativa entre os brasileiros que buscam recuperar valores que foram esquecidos em contas bancárias antigas.

Inclusive, uma única pessoa teve a chance de realizar um saque no valor aproximado de R$ 750 mil em dinheiro esquecido por meio do Sistema Valores a Receber. O resgate aconteceu na última quarta-feira, 8, superando a maior cifra divulgada anteriormente, de R$ 328 mil.

De acordo com balanço parcial divulgado no início da noite pelo Banco Central, mais de 2,7 milhões de beneficiários, entre pessoas físicas e empresas, já solicitaram a transferência de um total de R$ 180 milhões até as 17h da última quarta-feira, 8.

A instituição também informou que a maior valor resgatado por pessoa jurídica foi de R$ 252 mil, superando os R$ 198 mil de um único CNPJ. O BC reforçou que o SVR permanecerá aberto para todos, sem interrupções programadas, para o resgate de valores no sistema financeiro

“Independente do montante, o recurso pertence ao cidadão e deve ser devolvido”, afirmou, em nota.

Ao todo, 38 milhões de pessoas físicas e 2 milhões de empresas têm cerca de R$ 6 bilhões a resgatar, segundo o BC. A página para consulta inicial de dinheiro esquecido está ativa desde o dia 28 de fevereiro.

Consulta do dinheiro esquecido no SVR

Aqui está um passo a passo para consultar o dinheiro esquecido pelo Sistema Valores a Receber do Banco Central:

  1. Acesse o site do Banco Central do Brasil (www.bcb.gov.br);
  2. Clique em “Valores a Receber”, localizado no menu superior da página;
  3. Selecione a opção “Consultar”;
  4. Preencha as informações solicitadas, como CPF/CNPJ e data de nascimento/constituição;
  5. Clique em “Consultar”;
  6. Caso haja algum valor a ser resgatado, será exibida uma lista com as informações disponíveis, como o nome do titular da conta, a instituição financeira e o valor a ser recebido;
  7. Selecione o valor que deseja resgatar e clique em “Solicitar”;
  8. Preencha os dados necessários para realizar o saque, como conta bancária e informações pessoais;
  9. Aguarde a análise da solicitação pelo Banco Central.

Caso a solicitação seja aprovada, o valor será transferido para a conta bancária informada. É importante ressaltar que nem todas as pessoas ou empresas têm valores a serem resgatados e que o processo de análise da solicitação pode levar alguns dias para ser concluído.

Além disso, o Banco Central não cobra nenhuma taxa para realizar o saque do dinheiro esquecido. Se alguma instituição financeira exigir o pagamento de taxas, é importante entrar em contato com o órgão para esclarecer a situação.

Consultar dinheiro esquecido em bancos, loterias, INSS, DPVAT, PIS, Pasep e Imposto de Renda

Prazo de liberação do dinheiro esquecido

Segundo o Banco Central, o prazo de devolução é de até 12 dias úteis, se você solicitou o seu valor pelo SVR, clicando em “Solicitar por aqui“, e indicou uma chave PIX. Em casos diretamente combinados com a instituição financeira correspondente, não há prazo definido.

Balanço do dinheiro esquecido no Banco Central

Confira a quantidade de beneficiários por faixa de valores a receber:

Dicas do FDR para evitar cair em golpes envolvendo o dinheiro esquecido

Segundo o site do BC, a melhor forma de se precaver é:

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.
Sair da versão mobile