Restituição do Imposto de Renda tem CONSULTA liberada e você pode RECEBER a mais

Nesta terça-feira (24), desde às 10h00, a Receita Federal abriu a consulta a mais um lote de restituição do Imposto de Renda. Dessa vez, trata-se de um lote residual, ou seja, de contribuintes que enviaram a declaração com erros, mas fizeram a correção do documento. Pelo menos 136.565 contribuintes foram inclusos nesse lote, em que o depósito dos valores acontecerá no dia 31 de janeiro.

Restituição do Imposto de Renda tem CONSULTA liberada e você pode RECEBER a mais
Restituição do Imposto de Renda tem CONSULTA liberada e você pode RECEBER a mais (Imagem: FDR)

A Receita Federal vai desembolsar um total de R$ 368.017.854,27 para o pagamento desse lote de restituição do Imposto de Renda. Receberão a quantia, com valor diferente para cada indivíduo, aqueles que caíram na malha fina porque a declaração do imposto foi enviada com erros, mas já fizeram a correção dos dados.

São liberados anualmente cinco lotes de restituição regular, distribuídos de maio a setembro, contemplando quem enviou a declaração dentro do prazo e com os dados corretos. Recebem prioritariamente idosos e pessoas com deficiência, em seguida têm acesso aqueles que entregaram o documento no início do prazo.

Para o grupo que enviou a declaração, mas estava com erros, e aqueles que deixaram de enviar dentro do prazo, e tinham direito de receber a restituição do Imposto de Renda, são inclusos no lote residual. Esse já é o segundo lote residual liberado em 2023, e os que ainda não receberam podem consultar se têm direito.

Como consultar a restituição do Imposto de Renda

Aqueles que não foram contemplados com a restituição do Imposto de Renda no último ano, referente a declaração de 2022, podem consultar se foram inclusos no lote residual. No pagamento que será feito em 31 de janeiro, com depósito na conta corrente que foi informada na declaração, serão contemplados:

  • 3.069 contribuintes idosos acima de 80 anos;
  • 20.624 contribuintes entre 60 e 79 anos;
  • 2.349 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave;
  • 6.568 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério;
  • 103.955 contribuintes não prioritários.

Para descobrir se tem direito ao resgate dos valores o contribuinte pode usar dois canais.

Site da Receita Federal

  • Acesse o site da Receita Federal e selecione “Imposto de Renda”;
  • Agora, escolha “Consultar lote de restituição” e em seguida “Iniciar”;
  • Informe o CPF e data de nascimento do contribuinte, o ano da declaração a ser consultada e o copie o código de validação.

App Meu Imposto de Renda

  • Acesse o App Meu Imposto de Renda e selecione “Consultar lote de restituição”;
  • Filtre a busca pelo ano de envio da declaração.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Lila CunhaLila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: lilacunha.fdr@gmail.com