Pequenos produtores rurais têm oportunidade de crédito ampliada pelo BNDES

O Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) liberou uma verba no valor de R$ 210 milhões. O saldo proveniente do Fundo de Investimento nas Cadeias Produtivas Agroindustriais, visa o fomento das atividades agrícolas executadas por pequenos produtores.

Pequenos produtores rurais têm oportunidade de crédito ampliada pelo BNDES
Pequenos produtores rurais têm oportunidade de crédito ampliada pelo BNDES. (Imagem: FDR)

A operação do BNDES permitirá ampliar o acesso ao crédito por parte de pequenos produtores rurais e também os de porte médio. Segundo informações do banco, os recursos aplicados no fundo poderão ser usados exclusivamente para financiar produtores rurais na compra de sistemas de armazenagem de produtos agrícolas

A viabilização do crédito ocorre no âmbito do Produto BNDES Fundo de Crédito para Indústria e Serviços, cujo foco é direcionado ao aumento do crédito para pequenos produtores, pessoas naturais e o fortalecimento de cadeias produtivas.

Nessa modalidade, o banco costuma se unir a empresas âncoras na constituição de fundos que poderão oferecer crédito à cadeia de fornecedores e clientes de empresas parceiras.

A nova modalidade se distingue do BNDES Crédito, uma vez que nesta nova modalidade o banco também corre risco ao participar diretamente dos fundos de direitos creditórios (FDIC) que serão fontes dos empréstimos.

O BNDES poderá aportar até R$ 210 milhões por meio da subscrição de cotas da classe sênior, equivalente a 70% do patrimônio total comprometido do fundo, que será de R$ 300 milhões. Além da classe sênior, haverá as cotas de classe subordinada júnior e a classe subordinada mezanino.

Planejamento Estratégico

Um dos pilares do planejamento é o apoio às micro, pequenas e médias empresas como forma de estímulo à competitividade e à geração de empregos. Neste contexto, a subscrição de cotas do fundo pelo BNDES viabiliza o acesso ao crédito desse público por meio da utilização de instrumentos alternativos como plataforma de dispersão de crédito e da ampliação de parcerias com entes privados.

O projeto tem por objetivo ainda desenvolver cadeias produtivas relacionadas à infraestrutura e à sustentabilidade e potencializa o apoio do BNDES à agricultura familiar, que também são focos estratégicos do banco.

Outro aspecto importante é o fomento ao financiamento de longo prazo em capital fixo a regiões menos favorecidas do Brasil, já que cerca de um quarto do volume de vendas da Kepler Weber esperado para os próximos dois anos envolvem produtores rurais localizados nas regiões Norte e Nordeste.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.