O seguro-desemprego é reajustado pelo salário mínimo? Consulte o valor pago em 2023

Trabalhadores dispensados sem justa causa ganham o direito de receber uma série de benefícios financeiros. Funciona como uma compensação pelos meses trabalhados, e uma forma de proteção financeira pelos meses que virão. Entre as liberações está o seguro-desemprego, pago de três a cinco parcelas, e que varia com base em determinações do governo federal.

O seguro-desemprego é reajustado pelo salário mínimo? Consulte o valor pago em 2023
O seguro-desemprego é reajustado pelo salário mínimo? Consulte o valor pago em 2023 (Imagem: FDR)

Quando os sistemas do Ministério do Trabalho e Previdência recebem um pedido do seguro-desemprego, para a liberação do valor é levado em conta o salário mínimo. Isso significa que qualquer mudança no piso federal vai afetar diretamente o quanto será pago no seguro, e em outros benefícios sociais e trabalhistas.

A Constituição Federal garante que nenhum pagamento público, ou trabalhista liberado para servidores da iniciativa privada ou pública, seja menor que o salário mínimo do país. A ideia é que todos tenham poder de compra, considerando que o piso é atualizado com base na inflação do último ano, e pretende acompanhar as mudanças de valores de produtos e serviços.

Quem vai receber o seguro-desemprego em 2023?

Quem vai receber o seguro-desemprego em 2023 não terá acesso a uma quantia inferior ao salário mínimo. Para tanto, será necessário cumprir com os requisitos básicos para conseguir fazer o saque do benefício. Como:

Valor do seguro-desemprego em 2023

Para definir o valor do seguro-desemprego, os sistemas do governo federal consideram os três últimos salários recebidos pelo trabalhador e registrados em folha. Feita essa média salarial a quantia é aplicada em uma tabela que faz o pagamento progressivo.

No entanto, o mínimo a ser pago é equivalente ao salário mínimo, que em 2023 deve ser de R$ 1.320, e o máximo ainda não foi confirmado pelo Ministério do Trabalho. O teto vai depender do resultado da inflação, hoje ele é de R$ 2.106,08, mas também será reajustado a partir de janeiro de 2023.

Lila CunhaLila Cunha
Formada em jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) desde 2018. Já atuou em jornal impresso. Trabalha com apuração de hard news desde 2019, cobrindo o universo econômico em escala nacional. Especialista na produção de matérias sobre direitos e benefícios sociais. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: lilacunha.fdr@gmail.com
Sair da versão mobile