Caixa retoma solicitações do consignado pelo Auxílio Brasil. Entenda falha no sistema

Os segurados podem ficar tranquilos, pois a Caixa Econômica Federal (CEF) já retomou as solicitações do consignado pelo Auxílio Brasil por meio dos canais digitais. O serviço ficou temporariamente suspenso desde a última sexta-feira, (21), para que pudesse ser feita uma manutenção nos sistemas do banco e da empresa de tecnologia, Dataprev

Caixa retoma solicitações do consignado pelo Auxílio Brasil. Entenda falha no sistema
Caixa retoma solicitações do consignado pelo Auxílio Brasil. Entenda falha no sistema. (Imagem: FDR)

Apesar de o consignado pelo Auxílio Brasil ter sido regulamentado no final de setembro, a Caixa Econômica deu início às operações somente no dia 11 de outubro.

Além das solicitações em agências físicas, a modalidade de crédito também foi viabilizada na conta poupança social digital, gerenciada pelo aplicativo Caixa Tem.

Mas nos últimos dias, muitos segurados que têm tentado contratar o consignado pelo Auxílio Brasil enfrentam dificuldades em concluir o procedimento no Caixa Tem. O impasse tem colaborado para a formação de tumulto nas agências da Caixa. Beneficiários do programa relatam que o pedido é feito e aprovado.

No entanto, dias mais tarde, se deparam com a mensagem: “em processamento” ao acessarem a plataforma. Ao verificarem o saldo da conta, o consignado pelo Auxílio Brasil ainda não foi liberado, uma vez que foi automaticamente negado e cancelado, levando os beneficiários a resolverem o problema diretamente no atendimento presencial do banco estatal.

Quais as regras do empréstimo do Auxílio Brasil?

De acordo com a Lei nº 14.431, de 3 de agosto, o beneficiário poderá comprometer até 40% do salário social. Assim que o beneficiário obter o crédito e o prazo para quitar as parcelas começar, o cidadão passará a receber somente a diferença, uma vez que o valor correspondente a parcela do empréstimo será descontado diretamente do salário

A dívida deve ser quitada no prazo de 24 meses mesmo se o cidadão for excluído da folha de pagamento do benefício.  O empréstimo consignado do Auxílio Brasil será submetido a uma taxa de juros de até 3,5% ao mês. O percentual exato será definido por cada banco, desde que respeite o teto mencionado.

Quem tem direito ao empréstimo do Auxílio Brasil?

Como o próprio nome indica, o empréstimo consignado pelo Auxílio Brasil é concedido exclusivamente aos beneficiários do programa social. Atualmente, a transferência de renda atende 20,65 milhões de famílias em situação de vulnerabilidade social. Dados do Ministério da Cidadania indicam que 70% dos brasileiros vivem nestas condições. 

Para fazer a solicitação do consignado do Auxílio Brasil é preciso:

  • Estar inscrito no Auxílio Brasil, com renda familiar de até R$ 205,00 por pessoa;
  • Estar com os dados atualizados no Cadastro Único;
  • Autorizar presencialmente a solicitação do crédito consignado.

O banco está autorizado a consultar informações pessoais e bancárias relativas ao titular do benefício, sendo que estes dados são necessários para efetivação do contrato.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.