Black Friday 2022: brasileiros estão com BOAS expectativas para a edição deste ano

Neste ano, a Black Friday, famosa data do varejo onde são dados grandes descontos, acontecerá paralelamente à Copa do Mundo do Catar e é esperado que isto cause um aumento nas vendas. Apesar do orçamento apertado, os brasileiros devem buscar descontos na data.

Isto foi o que mostrou uma pesquisa encomendada pelo Google ao Instituto Ipsos, que revelou que 71% dos entrevistados tem a intenção de comprar e de gastar um pouco mais na Black Friday. Este resultado teve uma alta de 16 pontos percentuais em comparação com 2021, quando o patamar ficou em 55%.

A data de descontos sofreu com os reflexos da pandemia do coronavírus nos últimos dois anos, restringindo as compras em lojas físicas em decorrência das medidas de distanciamento.

O perfil do consumidor segue focado no ambiente digital, mas ele compra produtos em diferentes canais. Ao menos 72% dos participantes da pesquisa afirmaram que, ao longo dos últimos seis meses, fizeram compras em lojas físicas e também no comércio digital.

Como estaremos em período de Copa do Mundo, o evento geralmente estimula o consumo de produtos como bebidas, alimentos, TVs e artigos esportivos.

O levantamento mostrou que um dos motivos para este crescimento na intenção de compra na Black Friday é o aumento considerável na confiança da Classe C, onde 68% afirmam ter a intenção de comprar. Nesta classe social, a intenção de compra cresceu 32% ante ao ano de 2021.

Na Classe C, sete em cada dez pessoas, disseram que tem a intenção de adquirir ao menos um item, em especial, eletroportáteis e alimentos. As classes A e B, por sua vez, tiveram um aumento de 23% na confiança.

“A Black Friday recebe o consumidor com o bolso mais apertado e reaprendendo a conviver com a inflação. Mas é um brasileiro mais consciente, que faz melhores escolhas em momento econômico desafiador. É procurar o mais barato sem deixar de lado a qualidade “, disse ao Extra Gleidys Salvanha, diretora de Negócios para o segmento de Varejo do Google Brasil.

A pesquisa foi apresentada ontem, 29, durante o evento Black Friday Connections Store. Foram entrevistadas 1.000 pessoas, em agosto, através de um painel on-line, incluindo representantes das classes C, B e A residentes em todo o país.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Paulo AmorimPaulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.