Caixa muda os PRAZOS de financiamento do CASA VERDE E AMARELA. Veja a nova tabela

Na última quinta-feira, (1º), a Caixa Econômica Federal (CEF) anunciou novos prazos de financiamento do programa Casa Verde e Amarela (CVA). Com o respaldo da Lei nº 14.438, de 2022, o prazo máximo que o beneficiário tem para quitar a dívida foi ampliado de 30 para 35 anos

Caixa muda os PRAZOS de financiamento do CASA VERDE E AMARELA. Veja a nova tabela
Caixa muda os PRAZOS de financiamento do CASA VERDE E AMARELA. Veja a nova tabela. (Imagem: FDR)

Segundo afirmações feitas pela Caixa Econômica, a ampliação nos prazos de financiamento, possibilitará a redução no valor das parcelas. Destacando que o investimento principal é diluído no decorrer de um período maior de amortização. O banco acredita que a medida será capaz de fomentar a compra de imóveis através do Casa Verde e Amarela

O banco público é o maior gerenciador do Casa Verde e Amarela, sendo responsável por 99,9% da aplicação dos recursos do programa. Desta forma, o orçamento estimado para ser cumprido até o final de 2022 é de R$ 68 bilhões. No entanto, a expectativa é para que haja um estímulo ainda maior no setor habitacional a partir dessa medida. 

Lembrando que, no mês de julho, o Conselho Curador do FGTS viabilizou mudanças nas condições de contratação dos financiamentos do Casa Verde e Amarela com recursos do Fundo de Garantia, incluindo a ampliação das faixas de renda permitidas

Agora, a Caixa calcula que, para famílias com renda mensal de até R$ 8 mil, o novo prazo para quitar a dívida promova uma redução de 5,5% a 7,5% no valor das prestações

Novos limites do Casa Verde e Amarela 

Após determinação do Conselho do FGTS, os limites de renda familiar mensal bruta para contratar o financiamento imobiliário através do Casa Verde e Amarela foram ampliados. A faixa 1 passou cujo teto ficou entre R$ 2.400 e R$ 2.600 passou para R$ 3 mil. Entretanto, o piso de R$ 2,4 mil foi mantido

Em um patamar superior, o conselho também aprovou o aumento dos valores para o grupo intermediário. A faixa que antes era de R$ 2,6 mil a R$ 4 mil, passou para R$ 3 mil a R$ 4.400. No último grupo, o limite de renda de R$ 4 mil a R$ 7 mil, agora é de R$ 4.400 a R$ 8 mil

O secretário Alfredo Santos ponderou que as medidas representam uma ampliação na margem de R$ 19 mil na capacidade de financiamento das famílias. Além disso, as reduções nas taxas de juros serão de 0,75% e 1,16% nas faixas de renda do Casa Verde e Amarela. Cerca de 31% da carteira do programa será contemplada pela redução nos juros.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Laura AlvarengaLaura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.