ESTA mudança nos preços de produtos nos EUA faz mercado se ANIMAR

Em julho, o Índice de Preços ao Consumidor (CPI, na sigla em inglês) nos Estados Unidos ficou estável em comparação ao mês anterior. O resultado ficou abaixo do esperado pelo mercado. Os dados foram divulgados pelo Departamento de Trabalho dos EUA nesta quarta-feira (10).

ESTA mudança nos preços de produtos nos EUA faz mercado se ANIMAR
ESTA mudança nos preços de produtos nos EUA faz mercado se ANIMAR (Imagem: Montagem/FDR)

No acumulado em 12 meses até julho, o aumento nos preços nos Estados Unidos ficou em 8,5%. No mês anterior, a elevação da inflação anual tinha sido de 9,1% — quando tinha chegado ao maior patamar desde dezembro de 1981.

A melhora registrada em julho tem relação com a redução de 7,7% nos preços da gasolina. Este recuo compensou a elevação nos índices de alimentação e residência, segundo o Departamento de Trabalho dos Estados Unidos.

No acumulado em 12 meses, o índice de acompanha o aumento dos preços dos alimentou elevou 10,9% em relação aos 12 meses anteriores.

A alta da inflação tem sido percebida em todo o mundo. O cenário adverso teve surgimento juntamente com a pandemia de coronavírus. Outro fator que intensificou o aumento dos preços foi a guerra entre Rússia e Ucrânia.

Em meio a este panorama, no Brasil, a inflação oficial, medida pelo índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), chegou a aumentar 10,07% no acumulado nos últimos 12 meses até julho.

Apesar disso, a taxa apresentou deflação de 0,68% em julho. Esta, inclusive, foi a maior queda da série histórica do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que começou em 1980.

Mercado se anima com resultados sobre preços nos EUA

Os dados de inflação nos EUA ficaram abaixo do esperado pelos analistas consultados pela Refinitiv. Na base mensal, o aumento nos preços previstos era de 0,2%. Já na base anual, a estimativa era de que chegasse a 8,7%.

Após a divulgação dos resultados sobre inflação, o mercado passou a apostar mais na diminuição do ritmo de elevação dos juros no país norte-americano.

Na reunião marcada para setembro, a expectativa é de que o aumento seja de 0,5 ponto percentual. Conforme o monitor do CME Group, essa possibilidade saltou de 30% para mais de 60%. Já a estimativa de que o reajuste seja de 0,75 ponto percentual reduziu na mesma proporção.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Silvio SuehiroSilvio Suehiro
Silvio Suehiro possui formação em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Atualmente, dedica-se à produção de textos para as áreas de economia, finanças e investimentos.