Esta mudança deve REVOLUCIONAR o mercado de PLANOS DE SAÚDE

O Brasil possui 49 milhões de beneficiários de planos de saúde, segundo a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). O valor médio pago mensalmente é de R$ 800, segundo a agência. Diante desses dados, o governo irá lançar uma nova ferramenta a fim de contribuir na concorrência entre as operadoras.

publicidade

Os brasileiros que pagam por planos de saúde terão, daqui 90 dias, uma nova plataforma. Essa permitirá realizar a portabilidade entre as operadoras de forma mais rápida. A iniciativa faz parte do projeto open health.

O sistema estimulará a concorrência no setor da saúde privada e é inspirado no open banking, já em funcionamento no segmento bancário. Na última sexta-feira (29), o grupo responsável por colocar em prática divulgou o relatório final.

O grupo foi criado em fevereiro e tem a participação do Ministério da Saúde e da Economia, ANS e Banco Central (BC). Três propostas foram analisadas e uma delas foi escolhida. Essa será usada para centralizar as informações dos beneficiários e dos planos e os procedimentos da portabilidade.

publicidade

A ANS irá gerenciar o open health e, com isso, os beneficiários poderão, em poucos cliques, realizar a portabilidade de planos de saúde. Segundo o Ministério da Saúde, atualmente esse processo demora 30 dias.

Como será a portabilidade dos planos de saúde?

Para realizar a portabilidade ou a contratação do plano de saúde, o beneficiário deverá consentir o compartilhamento dos seus dados. Após isso, o sistema da ANS notificará automaticamente as operadoras de origem e de destino.

A agência solicitará a ambas o envio dos dados necessários para a conclusão da operação. Todo o procedimento, tanto do beneficiário, como das operadoras, acontecerá de forma remota, por meio da plataforma.

Segundo o governo e a ANS, essa proposta foi escolhida por ser a que gerava um processo mais rápido e com menor custo. A expectativa é que a popularização do sistema contribua para a ampliação da concorrência entre os planos.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Com isso, também é previsto que haja uma redução nos custos e nas mensalidades pagas pelos clientes. A previsão é que a ferramenta seja implementada em 90 dias, ou seja, entre o fim de outubro e início de novembro.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.