EMPRÉSTIMO do AUXÍLIO BRASIL: saiba quando será possível solicitar o serviço

Após ser aprovado na Câmara dos Deputados e Senado Federal, o texto que libera o empréstimo do Auxílio Brasil aguarda a sanção do presidente Jair Bolsonaro (PL). Embora ainda não tenha sido confirmado, os beneficiários já têm visto algumas ofertas a respeito do crédito. Mas é preciso ficar atento, pois enquanto não há esta permissão do presidente, o pagamento não pode ser feito.

publicidade
EMPRÉSTIMO do AUXÍLIO BRASIL: saiba quando será possível solicitar o serviço
EMPRÉSTIMO do AUXÍLIO BRASIL: saiba quando será possível solicitar o serviço (Imagem: FDR)

O texto prevê que os beneficiados consigam uma margem de empréstimo do Auxílio Brasil de 40%. Isso significa que podem comprometer até 40% do que recebem de salário com o pagamento de um crédito financeiro. No entanto, ainda não existe nenhuma publicação oficial que valide as solicitações por meio deste empréstimo.

De acordo com fontes ouvidas pelo jornal Estadão, o governo pretende sim autorizar que esse empréstimo seja feito, isto entre os meses de agosto a outubro. Por se tratar de um crédito consignado, a parcela do empréstimo do Auxílio Brasil será descontada diretamente do salário a ser recebido.

publicidade

Caso haja a confirmação, o valor de 40% será sobre o pagamento do salário atual, isto é os R$ 600 que começam a ser repassados em agosto. A princípio as expectativas eram de que a margem fosse sobre R$ 400, o que permitiria o pagamento de até R$ 160.

Quando o empréstimo do Auxílio Brasil será confirmado

O presidente Bolsonaro tem até este mês de agosto para aprovar o empréstimo do Auxílio Brasil e assim fazer com que o crédito passe a ser aplicado. Inclusive essas são as expectativas dos apoiadores do presidente, a fim de que o crédito seja incluso no “pacote de bondades” já anunciados.

Acredita-se que quanto mais investimento for feito em benefícios sociais, maiores as chances de Bolsonaro ser reeleito. Considerando que ele ocupa a segunda posição nas pesquisas eleitorais, ficando atrás do candidato Luís Inácio Lula da Silva (PT).

Condições de pagamento do crédito consignado

Confirmando o empréstimo do Auxílio Brasil em agosto, a margem de 40% será aplicada sobre os R$ 600 e isso significa que o beneficiário poderá comprometer até R$ 240 com o pagamento do crédito.

O prazo para pagamento será de 24 meses, ou seja, 2 anos. A média de taxa de juros será de 5% ao mês, o que segundo informou o portal Valor Econômico, pode tornar mais lenta a adesão dos bancos em relação a outros programas públicos. Cooperativas de crédito e instituições financeiras menores também deverão oferecer esse crédito.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

O jornal também questionou os principais bancos do país a respeito da liberação do empréstimo do Auxílio Brasil e a resposta foi:

publicidade
  • Itaú informou que “não tem perspectiva de vir a oferecer [consignado do Auxílio Brasil]”;
  • Bradesco disse que está avaliando as possibilidades, mas “a princípio não deve operar a linha”;
  • Santander informou que não possuí linha de crédito para este grupo;
  • Caixa enviou uma nota informando que “aguarda regulamentação a ser publicada pelo Ministério da Cidadania sobre as condições e requisitos do empréstimo consignado para beneficiários do Auxílio Brasil”;
  • Banco do Brasil respondeu que “analisa a possibilidade de operar a linha que ainda depende da regulamentação das condições negociais”.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Lila Cunha
Lila Cunha é formada em jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Atua como repórter especial para o portal FDR. É responsável por selecionar as informações abordadas e garantir o padrão de qualidade das notícias veiculadas. Além disso, trabalha com apuração de hard news desde 2019, cobrindo o universo econômico em escala nacional.