Empresa oferece ENERGIA POR ASSINATURA e promete revolucionar conta de luz dos brasileiros

Não é de hoje que os brasileiros vem acompanhado os aumentos no preço das tarifas de energia no país e pagando alto na conta de luz. Recentemente, o Governo Federal comunicou uma revisão extraordinária, que promoveu uma queda nas tarifas de 10 distribuidoras pelo Brasil, no entanto as oscilações continuaram gerando receio.

publicidade

De acordo com uma pesquisa feita pela Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel) em 2021, oito em cada dez brasileiros consideram alto ou muito alto o preço da energia elétrica no país. A constatação foi realizada por meio do estudo “Opinião do Brasileiro sobre Setor Elétrico”, que ouviu mais de duas mil pessoas de 130 municípios.

De acordo com o levantamento, 81% dos brasileiros desejam poder escolher a empresa fornecedora de energia. De cada 10 entrevistados, sete afirmaram que trocariam o atual fornecedor de energia elétrica caso a medida de livre escolha fosse implantada, e 19% acreditam que o principal motivo dos preços elevados consiste na falta de concorrência no mercado ou na impossibilidade de se escolher a empresa fornecedora.

Portabilidade na conta de energia

Em decorrência das resoluções normativas (ANEEL 482/2012 e 687/2015) e novas leis (14300/2022), o mercado de energia abriu a oportunidade para que empresas de tecnologia possam conectar fazendas solares e eólicas diretamente a residências ou empresas, utilizando a própria rede de distribuição das concessionárias existentes.

publicidade

E é justamente buscando ampliar a possibilidade de escolha que a startup mineira Juntos Energia promete revolucionar a conta de luz dos brasileiros. A empresa é a primeira do país a conseguir conectar usinas às redes das concessionárias lançando o modelo de assinatura de energia.

“Tanto o consumidor residencial quanto o empresarial podem se beneficiar com a energia limpa por assinatura. Além de reduzir os impactos no meio ambiente e nas mudanças climáticas, nossa tecnologia promove uma redução de até 20% na conta de luz todos os meses, sem necessidade de instalações de placas fotovoltaicas ou taxas de adesão”, explica o CEO da Juntos Energia,  José Otávio Bustamante.

A empresa também promove uma cadeia produtiva de ganhos, trazendo renda para pequenos produtores de energia em zona rural e áreas urbanas. Além de atuar na prestação de serviços B2B e B2C, a empresa também está abrindo ao mercado de serviços B2B2C, para que empresas possam criar, de forma white label, seus próprios serviços de energia para ofertar para suas bases de clientes ou trade. 

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

O primeiro projeto foi lançado em julho para ofertar os serviços aos clientes de Minas Gerais do Next, banco digital. A Juntos Energia opera em Minas Gerais e já projeta expansão para atuação nacional.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.