Rotativo do cartão de crédito tem juros ELEVADÍSSIMO; confira quanto ele pode PESAR no seu bolso

Em abril, os juros bancários cobrados de pessoas físicas nas operações com cartão de crédito rotativo chegaram a 364% ao ano. No mês anterior, a cobrança tinha sido de 359,1%. Os números foram divulgados nesta quarta-feira (27) pelo Banco Central.

publicidade
Rotativo do cartão de crédito tem juros ELEVADÍSSIMO; confira quanto ele pode PESAR no seu bolso
Rotativo do cartão de crédito tem juros ELEVADÍSSIMO; confira quanto ele pode PESAR no seu bolso (Imagem: Montagem/FDR)

Para as pessoas físicas, o rotativo do cartão de crédito possui a maior taxa. A cobrança média recente foi a maior desde agosto de 2017, quando tinha atingido 428% ao ano.

O aumento dos juros bancários é consequência do aumento da taxa básica de juros da economia, a Selic. A taxa de juros vem sendo elevada pelo Banco Central como forma de controlar a alta da inflação.

publicidade

No começo do ano passado, a taxa Selic estava na mínima histórica de 2% ao ano. Atualmente, ela está em 13,25% ao ano — sendo o maior nível desde dezembro de 2016, quando estava em 13,75% ao ano.

Na próxima reunião, marcada para o começo de agosto, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central deve aumentar a Selic novamente. O reajuste deve ser de 0,50 ou 0,25 ponto percentual, segundo indicado pelo próprio Copom.

Funcionamento do rotativo do cartão de crédito

O rotativo do cartão de crédito é uma modalidade de crédito para financiamento da fatura do cartão de crédito — sem data e parcelas definidas para pagamento pelo cliente. Essa opção é oferecida quando ocorre pagamento abaixo do valor total da fatura, mas acima do mínimo mensal previsto.

Ao usar o crédito rotativo, o titular do cartão estará sujeito ao pagamento de juros e demais encargos. Apesar disso, o prazo máximo de uso do crédito rotativo é de aproximadamente 30 dias.

Em 2017, passou a valer uma regra que obriga os bancos a transferir, depois de um mês, a dívida do rotativo do cartão para o parcelado — a juros menores.

Com essa medida, o governo busca possibilitar que a cobrança sobre o rotativo diminuísse. Isso porque, em tese, a inadimplência recuaria ao migrar para o parcelado.

publicidade

Por ser a linha de crédito mais cara do mercado, analistas recomendam evitar o rotativo do cartão de crédito. O ideal é que os clientes paguem, mensalmente, toda a quantia prevista na fatura.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.