Este tipo de propaganda é cada vez mais comum e volume financeiro surpreende

De acordo com o estudo Digital AdSpend, do IAB Brasil (Interactive Advertising Bureau), no ano de 2021 o investimento em publicidade digital bateu o patamar de R$30,2 bilhões no Brasil. O estudo foi feito juntamente com o Kantar Ibope Media.

publicidade

De acordo com o relatório, foi mostrado um aumento de 27% em comparação com ano de  2020, quando os investimentos no meio online foi de R$ 23,7 bilhões. A quantidade de anunciantes exibindo seus produtos e serviços através de canais digitais cresceu 30%: foram cerca  de 95 mil empresas inserindo suas marcas no meio online no ano passado. 

”O digital como protagonista nas estratégias das marcas consolida um movimento de vários anos de evolução do meio, além da melhora na sofisticação da entrega aos anunciantes”, disse ao UOL Leonardo Takai, diretor de mídia da agência Suno.

Meio mais democrático 

“As ações digitais não geram apenas vendas em sites ou aplicativos. Elas contribuem de forma efetiva para o conhecimento e a consideração de produtos que são comprados em lojas físicas”, disse também ao UOL Vitor Miguel, diretor de performance da agência WMcCann.

publicidade

Na visão da CEO do WPP Media Services, Carolina Buzetto este aumento nos investimento em canais digitais não recuará. 

“Hoje é difícil não considerar o investimento em digital, seja em planos de conhecimento de marca ou de performance. Isso ainda vai continuar crescendo, enquanto o número de pessoas com acesso ao online não for próximo da população, como é o caso da TV aberta. Atualmente, 94% da população brasileira tem acesso à internet, mas ainda existe uma concentração de classes sociais nos acessos. O meio digital caminha para ser cada vez mais democrático”, disse ela ao UOL.

Celular é foco 

Também foi mostrado pelo estudo que cerca da 50% do investimento total de publicidade no meio digital no último ano foi voltado para a plataformas de mídias sociais (R$54%) e que 76% da compra de publicidade ficou centralizada  em dispositivos móveis, como celulares e tablets.

“No Brasil, 77% das classes D e E têm o celular como único dispositivo de acesso à internet. Para essas pessoas, o mobile é a porta de entrada para o mundo digital”, disse  Buzetto ao UOL.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.