Preço do ETANOL caiu em 26 estados; veja onde o COMBUSTÍVEL está MAIS BARATO

Uma nova pesquisa feita pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) na semana passada, mostrou queda no preço médio do etanol hidratado. A diminuição pode ser vista nos 26 estados do país e no Distrito Federal. A redução de impostos influenciou na queda.

publicidade
Preço do ETANOL caiu em 26 estados; veja onde o COMBUSTÍVEL está MAIS BARATO
Preço do ETANOL caiu em 26 estados; veja onde o COMBUSTÍVEL está MAIS BARATO (Imagem: FDR)

Na semana anterior a pesquisa da ANP, o valor médio do litro do etanol era de R$ 4,52. Quando comparado a semana seguinte a queda foi de 2,43%, agora o produto está sendo vendido por em média R$ 4,410. Em todo país, a redução do mês foi de pelo menos 11,84%.

O estado do Mato Grosso contou com a maior queda no valor médio do produto, entre todos os estados, por lá a diminuição foi de 19,73%. No estado de São Paulo a cotação média caiu 2,14%, passando de R$ 4,210 para R$ 4,120 o litro.

publicidade

São Paulo é um dos maiores produtores do insumo, além disso, o governo local liberou a diminuição da cobrança do ICMS sobre os combustíveis.

Outros estados também ganharam destaque nas reduções. Roraima, por exemplo, foi o estado com maior recuo porcentual de preços na semana, de 9,80%, saindo de R$ 6,120 para R$ 5,520 o litro.

Sobre o menor valor no litro do etanol, este foi encontrado no estado de Minas Gerais, vendido a R$ 3,390 o litro. Do outro lado, o maior preço está sendo cobrado no Rio Grande do Sul, a R$ 7,890 o litro.

Por fim, o menor preço médio estadual fica com Mato Grosso, de R$ 3,91 o litro. Enquanto isso, o maior preço médio estadual foi verificado no Amapá, com o produto sendo encontrado a R$ 6,01.

Redução de impostos sobre o etanol

Pelo menos nove estados brasileiros já anunciaram a redução de impostos cobrados sobre o etanol hidratado.

São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Goiás, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Roraima e Pernambuco, reduziram o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) que é justamente um tributo estadual. Ou seja, depende do governo do estado para que haja qualquer alteração.

publicidade

O objetivo dos governos é diminuir o valor final do produto nos postos de combustíveis. O governo federal, no entanto, pediu que esta medida fosse adotada e garantiu benefícios tributários para quem o fizesse.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Com a alteração, as alíquotas do ICMS cobrado sobre o etanol nos estados ficará assim:

  • São Paulo: De 13,3% para 9,57%;
  • Minas Gerais: De 16% para 9%;
  • Paraná: De 18% para 12%;
  • Goiás: De 25% para 17%;
  • Rio de Janeiro: De 32% para 18%;
  • Distrito Federal: De 27% para 18%;
  • Roraima: De 23% para 17%;
  • Pernambuco: Teto de 18%.
publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Lila Cunha
Lila Cunha é formada em jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Atua como repórter especial para o portal FDR. É responsável por selecionar as informações abordadas e garantir o padrão de qualidade das notícias veiculadas. Além disso, trabalha com apuração de hard news desde 2019, cobrindo o universo econômico em escala nacional.