Como funcionam os programas de milhas? Quais as vantagens?

Pontos-chave
  • Milhas são uma ótima maneira de conseguir descontos
  • Milhas são um incentivo dado pelas empresas aéreas
  • Cashback pode estar ocupando o espaço dos programas de milhas

Os programas de milhas são muito conhecidos pelos consumidores e através deles é possível fazer uma viagem utilizando os pontos acumulados. Saiba tudo sobre este tipo de programa nesta matéria.

publicidade

O que são milhas?

As milhas aéreas são uma gratificação dada pelas companhias aéreas aos clientes. Quando o cliente se cadastra em um programa de milhas, ele começa passa a ser bonificado toda vez que escolhe um empresa para voar.

Esta bonificação nada mais é que um incentivo que a empresa concede para que o cliente sempre a escolha quando precisar. A quantidade de milhas que o cliente recebe depende da distância percorrida, classe da cabine e valor da passagem. O cliente que acumula milhas pode ganhar descontos em passagens, ou dependendo o caso, até viajar sem pagar nada.

Funcionamento do programa de milhas 

Através dos programas de milhas, os clientes de companhias aéreas conseguem trocar os pontos acumulados por passagens aéreas ou demais produtos e serviços. Para fazer parte de programas de milhas o cliente não tem que pagar nada, basta se cadastrar no site do serviço. 

publicidade

De acordo com a Abemf (Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização), entre os três primeiros trimestres de 2020 e 2021, os pontos acumulados aumentaram 29%. Os pontos resgatados, por sua vez, cresceram 51%.

Os consumidores são beneficiados com isso, porém, é preciso ficar por dentro dos detalhes dos programas de fidelidade.

Diferença entre pontos e milhas 

De maneira abrangente, os pontos e milhas são sinônimos quando falamos sobre passagens aéreas.  Os pontos são bonificações que o cliente acumula sempre que usa o  cartão de crédito. É possível trocar esses pontos por produtos e/ou serviços diversos (dependendo das regras de cada programa) ou transferi-los para empresas aéreas para transformá-los em milhas.

O professor e autor do livro “O mapa para acumular 1 milhão de milhas”, Rodrigo Goes, diz que em grande parte dos casos, em vez de adquirir passagens aéreas com pontos no cartão, é mais vantajoso transformá-los em milhas e só então se preparar para viajar, especialmente em períodos promocionais. 

Ainda segundo ele, além de adquirir passagens, a milhagem pode ser convertida em melhoria de categoria, assentos com mais espaço, mais malas para despachar, entre outras vantagens.

Como acumular milhas

As formas mais comuns de acumular milhas são através do uso do cartão de crédito e a compra de passagens aéreas. Sobre a compra de passagens, os usuários precisam saber que os pontos não são transferidos na hora. Sendo assim, é preciso pedir na hora do check in. Se esquecer de solicitar os pontos no momento do embarque, é possível pedir isto para companhia posteriormente.

publicidade

Para fazer isso, é necessário acessar o site da companhia, preencher o pedido de pontuação e anexar uma cópia da passagem e do seu cartão de embarque. É necessário ficar atento pois existe um prazo para fazer esta solicitação, que dura entre seis meses a um ano do embarque, dependendo da companhia. 

Além disso, também existem outras maneiras de acumular milhas como efetuar compras em sites parceiros, aproveitar promoções de transferências de pontos, entre outros.

Troca de pontos 

Os consumidores encontram diversas opções de resgate de pontos: roupas, eletrodomésticos, calçados, apps de mobilidade urbana, streamings de filmes e séries, sites de hospedagem, milhas em companhias aéreas entre outros . Geralmente, os sites que informam a pontuação do cliente também informam as lojas parceiras e direcionam para elas.

publicidade

Cashback tomando espaço dos programas de milhas?

Muitos consumidores estão conseguindo adquirir diversos itens, pagar viagens, quitar dívidas, e muito mais utilizando plataformas que oferecem cashback, o famoso dinheiro de volta que recebemos após efetuar alguma compra.

Na visão de especialistas, o aumento na demanda por este tipo de negócio no Brasil vem conquistando um terreno que antes era ocupado por programas de pontos no cartão ou milhas.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Este benefício que antes era restrito as fintechs ou bancos digitais, começa a aparecer também nos bancos tradicionais. O Santander começou a oferecer o benefício do cashback aos seus clientes em 2021. Já no Itaú, o serviço é encontrado em alguns cartões.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.