Fez uma perícia médica no INSS? Siga esses passos para consultar o resultado

Pontos-chave
  • Resultado da perícia médica pode ser consultado pelo Meu INSS;
  • Procedimento é obrigatório para a concessão de auxílio doença, aposentadoria por invalidez e BPC;
  • Agendamentos da perícia médica podem ser feitos pelos canais remotos da previdência.

A perícia médica do INSS é o procedimento responsável por liberar benefícios por incapacidade. Normalmente, eles são solicitados quando o segurado do Instituto Nacional do Seguro Social possui alguma doença física, mental, intelectual ou sofreu um acidente.

publicidade
Fez uma perícia médica no INSS? Siga esses passos para consultar o resultado
Fez uma perícia médica no INSS? Siga esses passos para consultar o resultado. (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

Na maior parte dos casos, não basta apenas descrever a incapacidade e atestá-la com laudos médicos, é preciso se submeter à perícia médica do INSS conforme as determinações da autarquia. O médico perito é o profissional responsável por executar todo o procedimento e conceder o parecer final, positivo ou negativo. 

Em algumas circunstâncias a incapacidade do segurado realmente o impede de se dirigir a uma unidade da Previdência Social para obter o resultado dos exames. Por isso, é importante destacar que a burocracia foi deixada de lado e agora, o resultado da perícia médica do INSS pode ser consultado pela internet. É só seguir estes passos:

publicidade
  • Acessar o site Meu INSS;
  • Clicar em “Entrar com Gov.br” para realizar o login com CPF;
  • Informar o CPF para fazer login;
  • Clicar em “Continuar”;
  • Digitar a senha cadastrada na conta Gov.br;
  • Clicar em “Entrar”;
  • Na seção “Outros serviços”, clique em “Resultado de Benefício por Incapacidade”. 
  • Pronto, basta clicar no número da sua solicitação para visualizar o resultado da perícia médica.

O que é a perícia médica?

A perícia médica é o procedimento criado pela autarquia com o propósito de verificar se a incapacidade alegada pelo segurado existe e se está em um nível que realmente o impeça de exercer a atividade profissional. Hoje, o procedimento é necessário para a liberação dos seguintes benefícios:

  • Benefício de Prestação Continuada (BPC), caso seja um beneficiário por deficiência;
  • Auxílio-doença;
  • Aposentadoria por incapacidade permanente;
  • Aposentadorias da pessoa com deficiência;
  • Auxílio-acidente.

A importância deste procedimento consiste na possibilidade evitar golpes e fraudes envolvendo benefícios previdenciários e assistenciais, enquanto também tem a capacidade de amparar os segurados que realmente necessitam de ajuda. 

Como reagendar a perícia médica do INSS?

Os segurados da autarquia que tinham agendamentos para os dias de greve podem e devem fazer o reagendamento. Para isso, basta seguir este passo a passo:

  • Entre no Meu INSS;
  • Clique em “Agendar Perícia” e, em seguida, em “Novo Requerimento”;
  • Escolha entre “Perícia Inicial” se for a primeira vez, ou “Perícia de Prorrogação” se já estiver em benefício;
  • Siga as orientações que aparecem na tela;
  • Informe os dados necessários para concluir o seu pedido.
publicidade

Documentos essenciais na perícia médica do INSS

Veja os documentos básicos e que são obrigatórios para você levar no dia da perícia médica no INSS:

  • Documento de identidade (RG, CNH, etc) e o CPF;
  • Comprovante de residência;
  • Carteira de trabalho;
  • Carnês de contribuição (a GPS – Guia da Previdência Social) e os comprovantes de Pagamentos, caso você tenha pagado o INSS como contribuinte facultativo, individual ou MEI;
  • Documentos médicos: laudos, exames, receitas, atestados e outros;

Os documentos como carteira de trabalho e os carnês (GPS) são essenciais para comprovar que você é um segurado do INSS. Em especial, se você verificar que o seu Extrato Previdenciário (CNIS) está errado.

publicidade

Suspensão da perícia médica do INSS

Alguns segurados do INSS já podem se preparar para esperar, pois o prazo de espera após o agendamento pode fazê-los esperar até 2023. Esta estimativa de tempo é relatada por vários segurados após o acesso ao Meu INSS ou ligação na central 135

A fila de espera do INSS para perícias médicas já virou uma novela. Em maio, cerca de um milhão de segurados estavam no aguardo para serem chamados. O acúmulo é resultado de uma série de fatores, como a greve dos peritos médicos ocorrida no início deste ano e que teve mais de 52 dias de duração. O fechamento das agências durante o pico da pandemia e a escassez da mão de obra também contam.

Especialistas reforçam que a espera acima de 45 dias para a realização das perícias médicas vai contra a legislação e o acordo firmado junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) em julho de 2021, cuja validade expira somente no ano que vem.

publicidade

Em resposta, o Ministério do Trabalho e Previdência informou que a Perícia Médica Federal realiza uma série de ações visando a redução do tempo de espera dos segurados. 

O órgão também aproveitou para informar que, em breve, o INSS começará a liberar benefícios previdenciários e assistenciais sem que os segurados precisem sempre ser submetidos às perícias médicas na modalidade presencial.

A intenção é que o procedimento possa ser feito somente mediante a entrega de documentos, da mesma forma como aconteceu durante o ápice da Covid-19 entre 2020 e 2021.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.