Contas de luz: 24 cidades de São Paulo sofreram aumento de 12% válido em julho

Mudanças na taxa de energia para municípios atendidos pela empresa Enel em São Paulo. As contas de luz de 24 cidades do estado devem sofrer com um aumento de 12% na cobrança válido já para o mês de julho. O reajuste foi aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), no último dia 28.

publicidade

O aumento passou a ser contado na última segunda-feira (4). O percentual aprovado para o reajusteconsidera as medidas do governo nacional para reduzir a alta das contas de energia no ano eleitoral.

Aumento na taxa de energia para 24 cidades de São Paulo 

Os municípios de São Paulo que devem sofrer com o aumento da tarifa de 12,04% são atendidos pela Enel, totalizando 24. Para as demais cidades do estado, atendidas pela CPFL, o preço da conta segue estável.

Confira a lista de cidades que devem sofrer com o aumento da conta de luz:

publicidade
  1. Barueri;
  2. Cajamar;
  3. Carapicuíba;
  4. Cotia;
  5. Diadema;
  6. Embu;
  7. Embu Guaçu;
  8. Itapecerica da Serra;
  9. Itapevi;
  10. Jandira;
  11. Juquitiba;
  12. Mauá;
  13. Osasco;
  14. Pirapora do Bom Jesus;
  15. Ribeirão Pires;
  16. Rio Grande da Serra;
  17. Santana de Parnaíba;
  18. Santo André;
  19. São Bernardo do Campo;
  20. São Caetano do Sul;
  21. São Lourenço da Serra;
  22. São Paulo;
  23. Taboão da Serra;
  24. Vargem Grande Paulista.

Conta de luz mais alta para cidades de São Paulo abastecidas pela Enel

O aumento médio de 12,04% considera o crescimento de 18,03% para alta tensão e 10,15% para baixa tensão. A Enel afirma que os consumidores da rede de baixa tensão são em sua maioria clientes residenciais. Enquanto os clientes de média e alta tensão são as indústrias e empresas. 

A Enel SP argumenta que o reajuste da tarifa é justificado com o aumento da inflação, dos gastos com encargos setoriais e o custeio da compra de energia durante o período de crise hídrica registrado no ano de 2021.

Apesar do aumento já ter sido aprovado e passado a valer, os deputados estaduais do PSOL buscam reverter a decisão do reajuste através de um projeto de decreto legislativo.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Referente a bandeira tarifária em vigor no Brasil, desde 16 de abril a conta de energia está com a bandeira verde. A sinalização garante que na cobrança não foram adicionadas taxas extras.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.