Como começar a investir no mercado de ações?

Pontos-chave
  • As ações são pedaços de uma empresa;
  • A negociação das ações acontece na bolsa de valores;
  • A intermediação acontece por meio de uma corretora de valores.

Cada vez mais, as pessoas vêm se interessando pelo mercado de ações. Por meio dessa aplicação, o interessado pode se tornar sócio de uma empresa. Por mais que, inicialmente, o investimento na bolsa de valores pareça complicado, é possível iniciar nesse mercado em poucos passos.

publicidade
FDR Responde: como começar a investir no mercado de ações?
FDR Responde: como começar a investir no mercado de ações? (Imagem: Montagem/FDR)

O que são as ações

As ações são títulos que representam um pedaço de alguma empresa. Sendo assim, ao comprar uma ação, a pessoa se torna sócia dessa companhia — e, consequentemente, pode ter participação nos lucros dela.

De modo geral, os ganhos com as ações acontecem de duas formas. A primeira é por meio dos dividendos, que são parte dos lucros da empresa. O pagamento acontece conforme o número de ativos que a pessoa tem.

publicidade

A segunda forma de obter ganhos é por meio da valorização dessa ação. As cotações dos ativos oscilam com o tempo — segundo o crescimento das empresas e também conforme os movimentos do mercado e da economia.

As negociações das ações acontecem na bolsa de valores. Outros ativos também são negociados nesse ambiente, como moedas e títulos de renda fixa. No Brasil, a bolsa de valores se chama B3.

Vantagens e riscos do investimento em ações

O investimento em ações oferece algumas vantagens, como:

  • Não precisa de muito dinheiro para começar a investir;
  • Possibilidade de recebimento de dividendos periodicamente;
  • Potencial de boa rentabilidade no longo prazo;
  • Pode comprar ou vender ativos no momento de preferência;
  • É possível emprestar suas ações e obter um rendimento extra.

Apesar dos pontos favoráveis, o interessado deve se atentar aos possíveis riscos. Cabe ressaltar que o potencial de lucro tem relação com o aumento de riscos e a volatilidade. Ou seja, mesmo que existam possibilidades de ganhos, também há chances de perdas consideráveis.

Diante disso, antes de iniciar no mercado de ações, a pessoa deve tomar cuidados. Por exemplo, antes de escolher a empresa na qual realizará o investimento, vale pesquisar o histórico e perspectivas da mesma — e também a situação econômica geral.

publicidade

Assim, será possível diminuir as possibilidades de erro. Para a escolha das ações, a pessoa também pode contar com auxílio profissional. Por exemplo, diversas casas de análise divulgam carteiras recomendadas periodicamente.

Por ser um investimento de renda variável, os riscos são maiores que na renda fixa. Sendo assim. O interessado precisa entender seu perfil de investidor — para escolher as aplicações que mais se enquadram aos seus objetivos e características.

Como começar a investir no mercado de ações

Para o investimento e ações na bolsa de valores, o interessado deve abrir conta em uma corretora de valores. Esta instituição realiza a intermediação das operações dos investidores na bolsa de valores.

publicidade
  1. Abra conta em uma corretora: no país, há várias corretoras de valores autorizadas a funcionar. Antes da escolha, vale pesquisar as possíveis taxas e vantagens oferecidas pela instituição.
  2. Transfira dinheiro: após a abertura da conta, será necessário transferir valores para esta conta. Dessa forma, será possível comprar as ações de interesse.
  3. Escolha a ação para investir: para escolher o ativo na bolsa de valores, é importante analisar cuidadosamente. Primeiramente, os investidores tendem a decidir se vão aderir à análise fundamentalista (que leva em conta os múltiplos e indicadores da empresa) ou análise técnica (considerando as movimentações diárias do mercado).
  4. Faça a operação no home broker: para a compra da ação no sistema home broker, a pessoa deve digitar o código do ativo, escolher o número de ações, o preço e enviar a ordem.

Depois da execução da ordem, o cidadão já passa a se tornar um acionista da respectiva empresa. Com isso, a pessoa terá direito a participar de seus resultados, por exemplo.

Futuramente, se o investidor quiser vender os ativos, o processo acontece da mesma forma. No entanto, neste caso, a ordem deve ser enviada com as especificações de venda.

O investimento em ações pode acontecer de modo totalmente digital
O investimento em ações pode acontecer de modo totalmente digital (Imagem: Montagem/FDR)
publicidade

Custo das ações

Por valores relativamente menores, o interessado pode começar a aplicar em ações. De modo geral, a negociação das ações acontece em lotes de 100. Apesar disso, há a possibilidade de comprar números menores de ações no mercado fracionário — de forma individual.

Ainda vale levar em conta os custos que envolvem a negociação desses ativos. As corretoras são remuneradas com uma taxa de corretagem. A cobrança ocorre quando o cidadão negocia ações.

Algumas corretoras também podem cobrar taxa de custódia. Essa cobrança tem a função de remunerar essa instituição pela guarda dos ativos durante o tempo.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

O interessado também deve saber que existe custo relativo à tributação. Sobre os ganhos de capital conseguidos pelos investidores, existe incidência de Imposto de Renda. Há uma alíquota de 15%, na qual o pagamento precisa ser realizado, via carnê Leão, mensalmente.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.