Deu ruim? Este fundo de criptomoedas corre risco de dar calote nos investidores

Terminou nesta segunda, 27, o prazo para o fundo de hedge, Three Arrows Capital (que possui uma estratégia defensiva com a finalidade de proteger os investimentos) que mantém foco nas criptomoedas, efetuar o pagamento de cerca de US$670 milhões em empréstimos. Se o pagamento não acontecer, o fundo enfrentará a inadimplência, caso que pode originar um efeito dominó no mercado de ativos digitais. 

publicidade
Bitcoin e criptomoedas passam por momento muito delicado
Deu ruim? Este fundo de criptomoeda corre risco de dar calote nos investidores (Imagem: Montagem/FDR)

Os fundos de hedge de criptomoedas da 3AC, como também são chamados, são famosos pelas apostas demasiadamente alavancadas, de acordo com a emissora CNBC. Porém, com os bilhões de dólares que vem sendo perdidos no mercado cripto ao longo das últimas semanas, o fundo de hedge vem passando por um problema significativo de liquidez e solvência.

Na última semana, a corretora de ativos digitais, Voyager Digital, afirmou que tinha emprestado 15.250 bitcoins e US$ 350 milhões da stablecoin USDC para a 3AC. De acordo com a CNBC, levando em conta os preços de ontem, o valor total deste empréstimo fica em cerca de US$675 milhões.

publicidade

A corretora estabeleceu um prazo até o dia 24 de junho para a Three Arrows Capital pagar US$ 25 milhões em USDC e todo o empréstimo  que está pendente até hoje.

De acordo com a Voyager, nenhum destes valores foram pagos, dizendo ainda que pode emitir um comunicado de inadimplência caso a 3AC não devolver o dinheiro. Também foi dito que a empresa”pretende buscar a recuperação do 3AC” e está conversando com seus consultores “sobre os recursos legais disponíveis”, revelou a CNBC.

Plataforma de empréstimos de criptomoedas interrompe serviços

Recentemente,a plataforma de empréstimos de criptomoedas Celsius comunicou que está interrompendo todos os saques por conta das “condições extremas de mercado”, de acordo com a apuração da emissora CNBC. Esta decisão pesa no mercado cripto em um dia em que os ativos digitais passaram por perdas significativas.

A plataforma Celsius é uma das principais participantes no espaço de empréstimos de criptomoedas, com cerca de US$8 bilhões emprestados a clientes e US$12 bilhões em ativos sob sua administração no mês de maio. O grupo, que oferta aos usuários taxas de juros acima da média dos depósitos, é o correspondente criptográfico de um banco, porém, sem os requisitos de seguro exigidos pelos tradicionais credores.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Esta decisão trouxe dúvidas sobre a solvência da Celsius. O valor dos ativos da empresa caíram mais da metade desde outubro do ano passado, quando foram movimentados US$ 26 bilhões em fundos de clientes.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.