Novo valor do Auxílio Brasil deve injetar R$ 10 bilhões na economia nacional

A possibilidade de elevar o valor do Auxílio Brasil de R$ 400 para R$ 600 é capaz de injetar R$ 10 bilhões na economia do país até o final de 2022. O reajuste no valor do benefício é uma estratégia de campanha cogitada pelo presidente da República e pré-candidato às eleições de 2022, Jair Bolsonaro

publicidade
Novo valor do Auxílio Brasil deve injetar R$ 10 bilhões na economia nacional
Novo valor do Auxílio Brasil deve injetar R$ 10 bilhões na economia nacional. (Imagem: FDR)

A estimativa de movimentação econômica através do Auxílio Brasil foi realizada pelo professor de Economia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Ecio Costa, e pela P³ Inteligência, que avalia um impacto fiscal de quase R$ 22 bilhões se a medida for implementada. Segundo o estudo, 47% dos recursos do programa social são pagos para a população nordestina. 

O economista realizou os cálculos considerando os pagamentos efetuados entre o período de janeiro a maio de 2022. Até o final do ano, a previsão é que a transferência de renda seja capaz de injetar até R$ 41,4 bilhões na região. Caso o Governo Federal consiga ajustar o valor do Auxílio Brasil o investimento subiria para R$ 51,8 bilhões

publicidade

A partir do momento em que a avaliação abrange os efeitos dos recursos no Produto Interno Bruto (PIB) regional, o índice é elevado de 3,45% para 4,32%. Somente nas regiões Norte e Nordeste, o volume de pagamentos do Auxílio Brasil supera em 1% os parâmetros das economias locais. 

Investimento atual no Auxílio Brasil

O Auxílio Brasil paga, atualmente, a mensalidade mínima de R$ 400 a mais de 18 milhões de famílias vulneráveis. A promessa do Governo Federal através do Ministério da Cidadania é de ampliar o número de beneficiários em breve. 

Há algumas semanas, cerca de 56 mil brasileiros foram incluídos no programa. No entanto, dados apurados pela Confederação Nacional dos Municípios indicam que cerca de 2,78 milhões de famílias vulneráveis continuam aguardando a aprovação no Auxílio Brasil. A pesquisa ainda mostra que 5,3 milhões com perfil elegível já estavam na fila desde abril.

A justificativa da pasta competente para não atender integralmente a todos os necessitados e elegíveis ao Auxílio Brasil é que, o orçamento disponível para 2022 não é o bastante para acabar com a fila de espera. Neste ano, foram liberados R$ 89 bilhões que devem ser usados para financiar as mensalidades do programa até dezembro.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.