Documentação em dia: siga esses passos para solicitar a nova guia da sua CNH e RG

Pontos-chave
  • Documentos são atualizados para aprimorar a segurança e facilitar apresentação;
  • Novo RG já está disponível em formato digital em alguns estados;
  • Nova CNH começou a valer este mês e já pode ser solicitada.

A documentação do cidadão brasileiro tem passado por algumas mudanças com foco em segurança contra fraudes, digitalização e facilidade do porte por canais digitais. A CNH e RG são os exemplos mais recentes e frequentemente usados. 

publicidade
Documentação em dia: siga esses passos para solicitar a nova guia da sua CNH e RG
Documentação em dia: siga esses passos para solicitar a nova guia da sua CNH e RG. (Imagem: FDR)

Essa é a documentação principal para comprovar a identidade do cidadão brasileiro. Hoje, o Registro Geral (RG) já é unificado ao Cadastro de Pessoa Física (CPF), ambos são responsáveis por comprovar a identidade da pessoa em primeira instância. 

Já a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) é documento responsável por conceder a autorização de direção veicular. Entretanto, é a única documentação secundária também aceita para comprovar a identidade de uma pessoa. Entenda as mudanças a seguir!

publicidade

Nova CNH

O prazo para emissão da nova CNH teve início no dia 1º de junho. O novo formato do documento foi estabelecido a partir da Resolução nº 886/21, de autoria do Conselho Nacional de Trânsito (Contran)

Para quem deseja agilidade deve saber que o novo documento já é válido. Porém, a vigência se aplica à medida que os motoristas emitirem a nova CNH ou a segunda via, no intuito de conceder o tempo necessário para que todos se adequem às novas normas. 

O mesmo vale para quem tiver a necessidade de emitir a segunda via do documento físico em virtude de perda ou extravio, alteração dos dados, nova categoria e até para a inclusão de inscrição para exercício de atividade laboral ou demais situações. O novo documento é composto por uma diversidade de vantagens para quem decidir adotá-la. Por exemplo:

  • Campo para apresentar possíveis restrições médicas;
  • Dificultar a falsificação e fraudes;
  • Documento poderá ser expedido em meios físicos, digital ou ambos;
  • Inclusão do nome social e da filiação efetiva do condutor que assim desejar;
  • Incorporação do código utilizado nos passaportes, que permite o condutor a possibilidade de embarcar em terminais de autoatendimento nos aeroportos brasileiros;

É importante ter em mente que, por se tratar de um novo documento, existe a possibilidade de ele ser emitido tanto no formato físico quanto digital. Este segundo é, inclusive, uma facilidade bastante aclamada no ato de apresentação do documento, sempre que solicitado.

Além do que, a possibilidade de conter possíveis restrições médicas é outro fator que oferece uma segurança ainda maior para o público em acidentes, por exemplo.

publicidade

Passo a passo para solicitar a nova CNH pela internet

  • No site do Detran, procure a página “Renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH)”;
  • Preencha os campos “CPF, Data de Nascimento, Data da 1ª. Habilitação e Município Residencial”;
  • Complete o formulário que abrirá automaticamente;
  • Faça download do Documento de Arrecadação Estadual (DAE) ou Duda, para o Rio de Janeiro;
  • Imprima e efetue o pagamento do DAE; e
  • Agende data e horário do exame.

Novo RG

O RG Digital já tem caído no gosto da população brasileira. Apesar de o documento em formato digital não estar disponível em todas as unidades federativas, várias pessoas já estão ansiosas para saber como obtê-lo. 

O atrativo na RG Digital está relacionado à praticidade que este documento oferece, pois ele não se trata apenas da identidade, mas reúne uma série de documentos essenciais ao cidadão no dia-a-dia. Logo, a possibilidade de evitar carregar uma papelada na carteira ou correr o risco de perdê-los já é uma vantagem e tanto. 

publicidade

Antes de mais nada, é importante explicar que a diferença entre o RG Digital e o RG Único consiste no fato de que, o segundo, unifica os números do RG e CPF. Logo, apenas o Cadastro de Pessoa Física valerá oficialmente como identificação

Outro detalhe é que, o prazo para implementação deste documento vai até o ano de 2023. A partir de então, o RG Digital poderá ser acessado digitalmente pela plataforma Gov.br e validado via QR Code. Na prática, o documento está hospedado em um aplicativo oferecido exclusivamente por cada estado onde o documento já é válido. 

Diferente de outros documentos digitais como o CPF, a emissão do RG Digital deve ser feita por cada estado. Por esta razão, nem todos disponibilizam a plataforma online que viabiliza o acesso aos documentos. Veja a seguir a lista dos estados que oferecem este novo recurso:

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade
  • Alagoas;
  • Distrito Federal;
  • Goiás;
  • Pará;
  • Paraíba;
  • Rio de Janeiro;
  • São Paulo;

Em todos os estados, o documento está disponível nos sistemas Android e iOS. Veja o exemplo da plataforma ativa no Estado de São Paulo para quem emitiu o documento físico após fevereiro de 2014. O procedimento pode ser feito de modo semelhante nos aplicativos dos estados mencionados acima. Observe:

  • Baixe e instale o app do RG Digital do seu estado;
  • Selecione a opção “Adicionar RG” e faça o escaneamento do QR Code disponível no verso do documento físico;
  • Faça a prova de vida através do reconhecimento facial;
  • Crie uma senha para acessar o documento;
  • Em seguida, você já poderá visualizar o seu RG Digital e tê-lo consigo.
publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.