Famosos declaram apoio aos candidatos à presidência; Porchat, Ludmilla e Caetano estão na lista

Pontos-chave
  • Famosos e artistas brasileiros estão indo às redes demonstrar apoio político;
  • Bolsonaro, Lula e Ciro são os principais nomes trazidos;
  • Artistas reclamam de boicote após posicionamento político.

As eleições de 2022 acontecem em outubro deste ano. Além de escolher governador do estado, deputado federal e estadual, e senador, os candidatos terão que votar em um candidato a presidência do país. Famosos e nomes artístico do país já estão demonstrando qual seu posicionamento político.

Famosos declaram apoio para os candidatos a presidência, confira a lista
Famosos declaram apoio para os candidatos a presidência, confira a lista (Imagem: FDR)

Em 26 de maio o Instituto Datafolha divulgou o resultado da sua pesquisa de intenção de votos. Na ocasião, pelo menos 48% das intenções eram para eleger Luís Inácio Lula da Silva (PT) como presidente do Brasil.

Enquanto Jair Messias Bolsonaro (PL) carregava 27% da preferência, e Ciro Gomes aparecia com 7% das intenções.

Na mesma pesquisa, Andre Janones (Avante) e Simone Tebet (MDB) estava com 2% da preferência cada um. Pablo Marçal (Pros) e Vera Lúcia (PSTU), com 1% das intenções.

Já Felipe d’Avila (Novo), Sofia Manzano (PCB), Leonardo Péricles (UP), Eymael (DC), Luciano Bivar (UB) e General Santos Cruz (Podemos) não pontuaram.

Famosos declaram apoio político

Na última semana, as cantoras Luísa Sonza e Deolane Bezerra afirmaram que marcas estavam boicotando contratos com artistas que se posicionavam politicamente. 

Não é de agora que demonstrar preferência nesse segmento influencia em outras partes da vida do artista. Isso porque, os eleitores que são seguidores destes perfis costumam condenar quem se esquiva.

Casos de artistas como Juliana Paes que no ano passado defendeu a médica Nise Yamaguchi que prestou depoimento na CPI da Covid-19.

Na ocasião, a atriz foi cobrada por seus seguidores a demonstrar apoio político e chamada de “bolsominion”, apelido dado a quem apoia Bolsonaro, pela também atriz Samantha Schmutz.

Em dezembro de 2021, o ator Marcelo Serrado demonstrou apoio à candidatura de Lula. Em seu Twitter afirmou que o ex-presidente é sua única opção para as eleições de 2022.

Não é a primeira vez que o ator se posiciona. No ano de 2014 ele participou da campanha de Aécio Neves (PSDB), que era candidato à Presidência.

Do outro lado está o cantor Digão, vocalista da banda de rock Raimundos. Em entrevista ao UOL o artista se mostrou favorável ao voto em Jair Bolsonaro. 

Eu vou lá e vou votar em quem eu acho menos pior. Se o Bolsonaro é o único que tem, então, vou ter que votar nele“, disse.

Outro cantor, dessa vez do MPB, Caetano Veloso se disse totalmente apoiador de Lula. Em entrevista ao programa Roda Viva da Tv Cultura, ele também demonstrou simpatia por Ciro Gomes. 

Quem também demonstrou ser aliado da candidatura de Ciro Gomes à presidência foi o humorista e apresentador Fábio Porchat.

Durante sua participação no PodCast “Papagaio Falante”, de Sérgio Mallandro e Renato Rabelo, ele se posicionou.

Gosto muito do Ciro, acho ele um ótimo candidato, muito preparado. Acho que a gente precisa parar um pouco de polarizar e tal“, afirmou Porchat.

No entanto, não descartou a possibilidade de ter que se posicionar entre Lula e Bolsonaro. Caso isso aconteça, Fábio também demonstrou de qual lado estará.

Agora, se chegar agosto e o Ciro continuar com 7% [das intenções de voto, segundo as pesquisas] e o Lula puder ganhar no primeiro turno, para tirar esse animal, esse verme, esse câncer que está no poder, eu vou pintado de estrela vermelha, cantando ‘Lula lá’, voto apertando 13 trezentas vezes“, disse.

Também demonstrou apoio ao atual presidente Jair Bolsonaro, o cantor Ralf da dupla com Chrystian. Durante entrevista para a Folha de São Paulo, afirmou que a honestidade de Bolsonaro é o que lhe chama atenção.

“Ele é muito patriota, eu gosto muito. Eu tenho dúvidas com relação à honestidade dos outros candidatos, e até agora eu não tenho dúvida nenhuma da honestidade do Bolsonaro”, argumentou.

O cantor Netinho, pré candidato a deputado estadual, afirmou em suas redes sociais que trabalhará como “soldado de Jair Bolsonaro na Câmara” caso seja eleito. E demonstrou total apoio ao atual presidente. 

Em suas redes sociais a cantora Ludmilla chamou o ex-presidente Lula de “ex e futuro presidente” demonstrando apoio ao candidato. 

Também demonstraram apoio a candidatura de Lula, nomes como: Chico Buarque, Martinho da Vila, Pablo Vittar, Deolane Bezerra.

Enquanto Thiago Gagliasso, Antonia Fontenelle e Latino já publicaram em suas redes a preferência por Jair Bolsonaro. 

Tiago Leifert, por outro lado, publicou um vídeo em seu Instagram em que afirma não ser eleitor nem de Lula e muito menos de Bolsonaro.

“[Bolsonaro] foi muito mal e [Lula] não dá mais. [Lula] fez um bom governo em 2002, entendo a figura que ele é, a importância que ele tem para algumas pessoas, mas eu não consigo fazer o malabarismo mental necessário para esquecer de tudo o que aconteceu nos últimos anos”, afirmou o jornalista.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Lila Cunha
Lila Cunha é formada em jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Atua como repórter especial para o portal FDR. É responsável por selecionar as informações abordadas e garantir o padrão de qualidade das notícias veiculadas. Além disso, trabalha com apuração de hard news desde 2019, cobrindo o universo econômico em escala nacional.