Futebol: vantagem fianceira do Palmeiras será difícil de ser quebrada

De acordo com um relatório realizado pela consultoria Convocados e pela XP Investimentos a respeito dos balanços de 2021 do futebol, o Flamengo e o Palmeiras fazem parte de “outra liga”, em comparação com outros times brasileiros no campo financeiro. A pesquisa revelou que este cenário vem se repetindo nos últimos anos. 

publicidade

Este patamar alcançado pelos dois clubes é explicado pela capacidade de ambos em gerar mais receitas com TV, jogadores e publicidade. Eles também contam com uma administração eficiente que evita dívidas.

O levantamento considerou as contas de 26 clubes das Séries A e B do Brasileirão. Este último ano foi atípico pois concentrou as receitas de dois anos seguidos.

Juntando todos os clubes, o montante obtido foi de R$6,6 bilhões. Do total, cerca de um terço da renda foi conquistado pelo Flamengo (R$ 1,053 bilhão) e pelo Palmeiras (R$ 911 milhões). Sendo assim, os dois clubes obtiveram cerca de R$2 bilhões.

publicidade

“Palmeiras e Flamengo estão em um nível muito diferente do resto. Estão praticamente em outra liga. Criou-se um gap muito grande e muito difícil de ser quebrado se não houver um reforço de receita desses outros clubes que vêm de baixo”, disse ao UOL o economista-chefe do estudo, Cesar Grafietti.

Em outros pontos, o Flamengo e o Palmeiras também estão na liderança nas receitas de TV. O clube alviverde liderou no ano passado em decorrência dos resultados esportivos, dois títulos da Libertadores e um da Copa do Brasil, que originam premiações incluídas nos contratos de TV. O Flamengo, por sua vez,  também obteve bons resultados (Brasileiro e vice da Libertadores) e mantém um excelente  contrato vantajoso de pay-per-view.

Além da TV, o Flamengo é o clube que mais fatura com publicidade, obtendo R$320 milhões. Na sequência, vem o Palmeiras com R$190 milhões.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Um motivo plausível para estes resultados tão significativos é de que os patrocinadores de ambos clubes são mais lembrados pelos torcedores do que de outros times. Existe uma teoria de que quanto mais patrocínios, menos as marcas são recordadas.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.