O mercado está procurando, cada vez mais, especialistas em Open Finance; saiba como se especializar

Pontos-chave
  • O Open Finance pode ser positivo para a população e aos profissionais da área;
  • O mercado de trabalho vem buscando posições associadas ao ecossistema;
  • Cada profissão conta com exigências distintas.

Cada vez mais, o mercado vem procurando especialistas em Open Finance. Entre outubro de 2021 e março de 2022, houve uma alta de 38% na demanda por profissionais qualificados para o Open Banking, em relação ao mesmo período do ano anterior. O levantamento foi realizado pela Robert Half.

O mercado está procurando, cada vez mais, especialistas em Open Finance; saiba como se especializar
O mercado está procurando, cada vez mais, especialistas em Open Finance; saiba como se especializar (Imagem: Montagem/FDR)

Em fevereiro, completou um ano da implementação do Open Banking, o ecossistema de compartilhamento de dados financeiros. Nesse período, houve o começo de quatro fases. Também se iniciou o Open Insurance, que possibilitará o compartilhamento de dados de previdência e seguros.

Existem grandes expectativas sobre os impactos do Open Banking no país. Diante da possibilidade de as pessoas compartilharem os próprios dados, as companhias poderão oferecer serviços mais assertivos. Desse modo, os consumidores poderão acessar produtos a valores menores.

Em meio aos benefícios que podem ser obtidos com o Open Banking, esse compartilhamento de informações bancárias deve ser mais recorrente neste ano.

Para conseguir melhores taxas, 65% dos brasileiros estão dispostos a compartilhar seus dados, conforme pesquisa encomendada pela Quanto, plataforma de Open Banking, em parceria com a Aster Capital. O levantamento foi realizado em agosto do ano passado.

O aumento na demanda por especialistas em Open Finance

Além da população em geral, o novo ecossistema pode favorecer os profissionais de tecnologia. Para a inserção da infraestrutura do Open Banking, passou a existir uma demanda desses profissionais.

Segundo a gerente da consultoria de carreira Robert Half, Ana Carla Guimarães, “a adaptação do mercado ao Open Banking passa pela intensificação de contratações em algumas posições, não necessariamente novas, mas que tiveram uma alta significativa nos últimos meses”.

A executiva afirma que, ao longo do processo de implementação, as companhias procuraram trabalhadores com mais experiência técnica. Apesar disso, também há busca por profissionais, por exemplo, em gestão de times de tecnologia e atendimento ao cliente.

Guimarães informa ter percebido uma forte procura por gestores e profissionais mais experientes, que possuem especializações e qualificações apuradas. “A base da pirâmide já foi contratada e os cargos gerenciais começaram a rotacionar”, afirma.

“Acompanhamos a famosa dança das cadeiras, com gestores sendo procurados por outras empresas e mudando de emprego, o que gera oportunidades. De todo o modo, quando o mercado aquece, toda a pirâmide se movimenta”, explica.

As posições associadas ao Open Banking mais procuradas pelo mercado

A Robert Half realizou um levantamento com as posições relativas ao Open Banking mais buscadas pelo mercado de trabalho. A apuração levou em conta a percepção e análise da área de recrutamento da consultoria, que lida com a contratação de trabalhadores do mercado financeiro.

Sete posições foram destacadas pelos especialistas, com os respectivos salários mensais — conforme o nível de experiência:

  • Gestor (a) de Inovação Digital (Digital Innovation Manager): de R$ 18.050 a R$ 32.500
  • Gestor (a) de Experiência do Cliente (Customer Experience Manager): de R$ 18.050 a R$ 32.500
  • Gerente de Business Intelligence: de R$ 17.750 a R$ 29.700
  • Desenvolvedor(a) e Engenheiro(a) de Software: de R$ 12.300 a R$ 20.650
  • Gerente de Produtos: de R$ 12.000 a R$18.050
  • Analista de Business Intelligence: de R$ 8.100 a R$ 13.450
  • Analista de Produtos: de R$ 7.500 a R$ 11.300
O Open Finance pode oferecer diversas vantagens aos consumidores brasileiros
O Open Finance pode oferecer diversas vantagens aos consumidores brasileiros (Imagem: Montagem/FDR)

Como se especializar em posições associadas ao Open Finance

Para cada área de atuação associada ao Open Finance, há exigências distintas. Sendo assim, os interessados precisam buscar desenvolver as habilidades demandadas pelo mercado para cada caso.

Por exemplo, os profissionais que atuam como analistas de produtos, geralmente, possuem formação na área de Marketing (graduação ou pós-graduação), segundo informado pelo site Quero Bolsa. Apesar disso, não há uma exigência legal para este caso.

Nesse sentido, a formação ajuda os jovens profissionais a entrarem na área mais rápido — por meio de estágios e vagas de nível júnior. Para se tornar um analista de produtos, não existem requisitos específicos. Apesar disso, vale buscar o maior desenvolvimento possível de habilidades relativas à área.

De modo geral, entre as grandes habilidades exigidas de profissionais de Open Banking, estão:

  • Softwares com foco em tratamento de base de dados – POWER BI, R, Hadoop
  • Programação em SQL, VBA, Phyton
  • Conhecimento em metodologias ágeis

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.