Jovem Aprendiz está passando por ‘momentos difíceis’

Programa vem enfraquecendo há algum tempo, inclusive, durante a pandemia o número de contratação de aprendizes foi bastante reduzido. Esse enfraquecimento pode piorar com as mudanças que estão sendo propostas para o Jovem Aprendiz.

Jovem Aprendiz está passando por 'momentos difíceis'
Jovem Aprendiz está passando por ‘momentos difíceis’ (Foto: Montagem FDR)

A conquista do primeiro emprego é um grande desafio para o jovem brasileiro é exatamente para diminuir isso que o Programa Jovem Aprendiz foi criado e oferece oportunidade de aprendizagem teórica e prática.

No entanto, nos últimos tempos o programa tem sofrido um enfraquecimento e a pandemia evidenciou isso.

Isso proque, houve uma redução no número de contratos de aprendizes no país.

Dificuldades no Jovem Aprendiz

Antes da pandemia, o país tinha 476 mil jovens registrados como aprendizes, em 2020, primeiro ano de restrições, foram 372 mil; no ano seguinte começou uma recuperação e em 2021, 460 mil aprendizes foram contratados.

Agora, o governo Bolsonaro quer flexibilizar o programa, o que tem que sido duramente criticado por entidades como o Centro de Integração Empresa-Escola que está reunindo dados que comprovem esse enfraquecimento.

De acordo com o CIEE, no primeiro trimestre desse ano foram firmados em torno de 16,5 mil novos contratos de aprendizagem.

No mesmo período de 2020 eram 16,7 mil vagas desse tipo no país.

Para Humberto Casagrande, CEO do CIEE, a medida provisória que altera o programa preocupa e pode agravar ainda mais a situação de aprendizagem no país.

Entre as mudanças propostas pela MP está a possibilidade de jovens que foram efetivados ocuparem as estatísticas de cotas das empresas.

Ou seja, após o término do contrato de aprendizagem a empresa que decidir efetivar o funcionário, teoricamente, não precisaria fazer uma nova contratação de aprendiz para cumprir a cota.

A estimativa do CIEE é que, após a implementação dessas mudanças, o número registrado atualmente de 450 mil aprendizes caia para 250 mil.

Algumas manifestações contrárias a essa MP foram feitas pelo país e amanhã, 8, presidentes das principais entidades relacionadas ao programa planejam ir a Brasília para conversar com congressistas sobre essa medida.

Para saber mais sobre vagas de emprego, vestibulares e cursos, acompanhe a editoria de Carreiras do FDR.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR. Jamille utiliza sua experiência na área da educação para cobrir notícias sobre cursos, vestibulares, empregos e concursos.