Leroy Merlin fechou acordo com fundo imobiliário para construção de novas lojas; entenda

Leroy Merlin fechou acordo com fundo imobiliário para construção de novas lojas Obramax. Os contratos de locação devem ser de longo prazo.

Os imóveis que serão construídos devem ser no modelo “Built to Suit”, locados à BMB Material de Construção, empresa controlada pela Leroy Merlin. O valor da operação está estimado em R$ 135 milhões.

 A TRX e BRL Trust, respectivamente, gestora e administradora do fundo imobiliário TRXF11, divulgaram a assinatura do contrato para o desenvolvimento desses dois imóveis. 

Acordo imobiliário da Leroy Merlin

No contrato estão previstos o desenvolvimento, construção e locação de dois imóveis no estado de São Paulo, com pagamento de aluguel provisório durante o período de obras. 

Os imóveis construídos serão de lojas varejistas e atacadistas de material de construção, operadas pela BMB sob a bandeira “Obramax”.

Esse acordo funciona juntamente com a estratégia do TRXF11 em formar seu portfólio com ativos bem localizados, características técnicas atuais e flexibilidade de uso futuro com o objetivo de distribuir renda e ganho de capital para seus cotistas com imóveis de primeira linha alugados para grandes empresas por meio de contratos de longo prazo. 

A aquisição atualiza os dados de modo que o fundo passa a ser proprietário de 50 imóveis ocupados por marcas como Pão de Açúcar, BIG, Assaí e Sodimac, além de um centro de distribuição, somando aproximadamente R$ 2 bilhões investidos em imóveis de 13 estados brasileiros. 

O acordo ainda destaca que:

  • O Fundo celebrou dois Instrumentos Particulares de Contratos de Locação de Imóveis na modalidade “Built do Suit” com a BMB MATERIAL DE CONSTRUÇÃO S.A. (“BMB”), empresa controlada pela LEROY MERLIN COMPANHIA BRASILEIRA DE BRICOLAGEM (“LEROY”); 
  •  Os Contratos de Locação vigorarão pelo prazo de 20 (vinte) anos, contam com penalidade por rescisão antecipada equivalente ao saldo devedor integral de cada Contrato de Locação rescindido antecipadamente, sem possibilidade de ação revisional de aluguel durante o prazo de vigência inicial de cada Contrato de Locação e garantia locatícia na modalidade de fiança, outorgada pela LEROY, conforme termos e condições previstos nos Contratos de Locação; 
  • O Fundo, por si e por meio de outro veículo de investimento por si controlado, celebrou também 02 (dois) Instrumentos Particulares de Promessa de Venda e Compra (“Promessas de Venda e Compra”), tendo por objeto a aquisição dos referidos Imóveis; 
  • Esse novo investimento do Fundo permitirá uma maior diversificação da carteira de inquilinos, a partir da diminuição da concentração atual da receita advinda dos atuais principais inquilinos do TRXF11, porém mantendo a mesma qualidade de crédito e do portfólio imobiliário;
  • Aumenta a participação do Fundo em imóveis localizados no Estado de São Paulo e em Regiões Metropolitanas. 

 

O fundo imobiliário do TRX Real Estate FII está listado na Bolsa sob o ticker TRXF11 tendo mais de 43 mil cotistas e um portfólio com ativos distribuídos em 33 cidades do país.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.